Imma let you finish

Kanye West é prova viva de que deus dá asa à cobra. No caso dele, especificamente, deu asas lindas e enormes e o tal ainda sabe usá-las. A despeito do quanto ele é babaca, metido e idiota, o cara tem talento. Fico besta…

Duvida? Assista ao clipe abaixo. Vale a pena.

Tem 34 minutos sobrando? Assista a versão completa, de onde o clipe foi tirado.

Coma para ficar sexy

Antes de ontem, entrei no site da Gillian McKeith e preenchi 20 páginas de questionário. Paguei R$ 65,00 no cartão internacional e recebi uma avaliação e um cardápio para ajudar a seguir as recomendações que ela fez.

Se for pensar que respondi meio pros cocos – bobagem minha, mas eu não imaginei que chegaria ao fim e chutei umas respostas -, ela não me conhece e foi um programa de computador que fez a avaliação, o resultado ficou até bem próximo do real. Eu havia feito exames e os resultados do site vieram bem próximos aos do laboratório. Exceto pela falta de B12 – estou com as B12 em dia!!

No fim, é mais barato e mais eficiente do que a nutricionista que contratei, em Itaúna, e que quis me matar de fome – a mulher me tratou como se eu fosse obesa mórbida e eu sequer estou acima do peso ideal. Só estou acima do peso que eu pretendo ter. Dia 07/02, se eu quiser, preencho o relatório, novamente, e vejo a evolução.

Se você souber inglês – um mínimo para interpretar o Google Ferramentas de Idioma – e tiver disposição de pagar cerca de 10 libras mensais, você pode assinar o conteúdo do site e ter acesso a avaliações periódicas e a cardápios variados. Eu prefiro pagar por cada avaliação a me comprometer…

Segundo o relatório, tenho problemas na digestão de açúcar e trigo. Faz sentido. Sempre fico zonza depois de comer pão, bolo e coisas do tipo. Diz, também, que minha tireóide está meio preguiçosa e meu fígado, sobrecarregado.

Fui ao sacolão e comprei um monte de verdurinhas e frutas e vou tentar seguir as sugestões de Gillian, mas é bem difícil, viu?!

Cada ícone desse apresenta uma receita. Sem sal e sem açúcar…

Vou fazer essa, hoje. Clica que cresce.

Ceia da turma

Meu marido tem uma turma de amigos de infância. É um grupinho bem eclético, formado por caras na casa dos 30, mas com idades físicas e mentais variadas. Tem os mais velhos do que são – inclui-se meu marido -, que são os pais de família, os hipertensos, os que tem colesterol alto e outros probleminhas de saúde de gente mais velha. Tem os “adolescentes”, que são os que se acham e agem como se tivessem 16 anos. E os que estão em dia com a idade – raros!

Bom, esse grupinho simpático tem o costume de se reunir no fim do ano e organizar uma ceia de natal. Sem o que dizer sobre a ceia deste ano, falarei sobre minha maquiagem:

Usei minha Black Palette da Urban Decay – a cor Jet – e mais dois tons de sombra rosa que eu tenho: Pupa (o kit do diabinho) e Jelly Pong Pong Cherry Pie. Como guia, usei o tutorial Agnes, da Marina.

Tudo lindo, mas a duração da maquiagem foi sofrível, dessa vez. As fotos foram tiradas logo depois da make pronta (antes) e 8 horas depois. Mas, mesmo com 10 minutos com a maquiagem, a sombra já se acumulava na dobra da pálpebra. Estranho, pois usei o primer da U.D. – o mesmo que usei na formatura da Valéria e que grudou a sombra nos olhos – e nem fazia tanto calor quanto na outra noite. O que será que fiz errado? Será que não esperei o primer secar?! Vale iniciar uma investigação.

Nas mãos, usei o Coral Polish, da Eyeko. Adoro a cor!

Carecia de uma terceira camada, para cobrir bem as unhas, mas não quis arriscar a ter bolinhas. No verão, mais que duas camadas está fora de cogitação.

E aproveito o embalo esmaltístico para mostrar o que usei antes desse. Ana Hickman Paixão. A cor é linda no vidro e bem baranga nas unhas – pelo menos, nas minhas. Tem cor de bolinha de árvore de natal. É bem fácil de passar e de limpar – caso raro, em se tratando de esmalte nacional – , mas não durou um dia completo. Não culpo o esmalte, ainda. Tentarei mais uma vez antes de dar o veredicto, já que foi minha primeira experiência com a marca.

Listas

Porque é tradição de fim de ano e quem sou eu para ignorar tradições, não é mesmo?

TOP-Pi 10 | O MELHOR DE 2010:

 

Panqueca | NY | Lucy e Thrud. Clica que cresce

1. Panqueca

2. (Fazer o) Pitacos da Pi

3. Viagem aos Estados Unidos

4. Amizades: virtuais e reais

5. Lucy e Thrud

6. Blogs – tanto os que me fizeram redescobrir maquiagens e esmaltes quanto os que me fizeram rir muito!

7. Guss

8. Meu laptop da MAC, da Apple – sem ele, nada de blog

9. Invasões: coruja e Astrúbal!

10. Ângelo e Walmir – por me aliviaram a carga neste ano.

TOP-Pi 10 | O PIOR DE 2010:

 

Adeus ao Legião | Tiú assassino | Poeira. Clica que cresce

1. Mortes

2. Brasil e Eleições

3. Invasões: tiú, porco-espinho, insetos

4. Corel Draw

5. Atendimento do Banco do Brasil

6. Doações: Percinval, pavões e angolas. Saudades! Espero que estejam todos bem…

7. Poeira e barulho: obras no entorno da casa

8. Extrato bancário

9. Não ter ido a Bahia

10. Trabalho – o ano foi difícil na empresa, viu?!


TOP-Pi 11 | PROJETOS PARA 2011:

 

Observação: copiei um bocado de coisas da lista da Rafaela.

1. Terei total controle sobre minhas finanças. Isso significa que saberei exatamente quanto dinheiro entra e quanto dinheiro sai, e para onde sai.

2. Terei total ciência dos produtos que tenho (sejam roupas, cosméticos, alimentos) de modo a não comprar nada que não precise.

3. Respeitarei meu corpo, meu sono, minha alimentação e cuidarei da minha aparência: cabelo, pele, dentes, tudo!! Emagrecerei, farei exercícios físicos com frequência e ficarei em forma.

4. Saberei muito bem quem são meus colegas e quem são meus amigos. E honrarei as amizades, dedicando mais tempo a elas. Ao mesmo tempo, não me obrigarei a conviver com pessoas que eu acho nocivas. Se for obrigada, manterei apenas o mínimo de contato possível.

5. Terminarei o que eu começar. Não abandonarei projetos, não desistirei de nada por preguiça.

6. Terei minha casa arrumada e limpa, minha geladeira organizada e o jardim bonito.

7. Irei caminhar com as cadelas pelo menos 5x por semana.

8. Não serei explorada: deixarei claro que sei da minha formação acadêmica e quanto meu trabalho vale. No fim de 2011, quero meu trabalho no Top 10 dos melhores do ano.

9. Aprenderei a sair bonita em fotografia! Gente, até minhas mãos são mais feias em foto do que ao vivo! Que horror!

10. Viajarei!

11. Farei cirurgia nos olhos. Chega de miopia!

Seja maior

Dia 21/12/2012 o mundo acaba. Bobagem? Provavelmente, mas não custa nada tentar ser uma pessoa melhor, todo dia, enquanto o mundo não acaba. Pense em sua alma imortal, no dia de prestar contas com Deus ou, simplesmente, pense que o mundo está tão feio e cruel, porque as pessoas são cada vez mais feias e cruéis e você, no mínimo, pode fazer volume no lado dos bons.

Por exemplo: opinião. Você pode ter uma ou muitas, você pode manifestá-la(s), mas pode escolher a melhor forma de fazer ou hora de se calar. E, por favor, escolha bem.

Essa semana que passou, você sabe, foi a semana que antecedeu o natal. Pode ser que para você, assim como para mim, natal signifique pouca coisa, mas, mundialmente, é época de sermos bonzinhos, senão Papai Noel não vem. É, no mínimo, momento de pensarmos nos outros, no coletivo, no mundo, seja pelos motivos cristãos, seja porque o ano está acabando e um outro começa – pela penúltima vez. É hora de fazer a retrospectva do ano que passou e olhar o próximo em perspectiva, certo?! Então, por que vi tantas pessoas sendo ruins?!

Eu tenho um blog, estou escrevendo nele. Então, userei blogs como exemplo.

Marina Smith fez um vídeo-post sobre a bagulhada que ela tem – muita maquiagem, muita mesmo! Ela começa o vídeo dizendo que muitos vão achar futilidade, mas que, se não tem nada de bom para dizer, passe a vez. E não é que uma infeliz não passou a vez. O comentário da “fofa” foi que a Marina é feia. Eu não acho. Ela tem defeitos, como todo mundo, mas e daí?! Ser perfeito ainda não é mérito de ninguém. Mas a “fofa”, que se acha perfeita, achou que cabia mostar a “opinião” ali. Engano dela, não cabia. A Marina apagou o comentário e a vida segue. Mas segue um tantinho menos doce.

A Vic Ceridono já foi vítima desse tipo de comentário. Já falaram do nariz dela, do cabelo dela. Mas, gente, a Vic tem espelho em casa. De aumento, com certeza. Ela sabe de si melhor que qualquer um.

O pior é que isso acontece todo dia, o tempo todos, em inúmeros blogs. Se as mensagens, hoje em dia e cada vez mais, aguardam moderação, é por causa de gente imbecil assim.

Uma vez, eu tinha uns 17 anos e um cara me perguntou se eu não tinha vergonha de ter sardas. Eu tinha. Eu detestava as sardas. E eu não precisava de um cara qualquer, alguém que não me conhece e não representa nada na minha vida, me lembrando disso. Minha prima Jubas disse para ele: “tem, sim, não vê que ela até usa burca”. Valeu, Jubas! Mas eu preferia não ter sido atacada, em vez de ter sido bravamente defendida.

Voltando aos blogs e à semana passada, a Camila Coutinho postou que, enfim, saiu a pulseirinha do GE. R$ 140,00. Achou caro? Não compra. Eu não achei, necessariamente, caro, mas achei dispensável, já que, por princípio, não sou fã de ninguém e não sinto vontade de ostentar marcas dos outros – nem de blogs. Preciso dizer isso a ela? Não. Eu, obviamente, não sou o público da pulseirinha. Uma infinidade de pessoas que também não é o público da pulseirinha ficou irada! Como ela ousa a “se achar”?! Como ela ousa ter sucesso?! E como ela ousa a ser irônica contra nossa ira?!

Sucesso incomoda quando somos fracassos ambulantes. Gente de bem, gente de bem com a própria vida, gente que tem méritos, não se incomoda com o sucesso dos outros. E, sim, a Camila tem sucesso! A Vic e a Marina, também. Para alguém ter mais de 100 comentários num post, tem que ter muita, mas muita visita no blog. E, se você não gosta de um blog, não vá lá. Há tantas opções de blogs, blogueiras, conteúdos e assuntos e, se mesmo assim nenhum lhe agrada, crie o seu ou arranje outra coisa para fazer, mas não seja nojento com a dona do blog.

Opinião é importante. Quando a gente começa um blog, fica ansioso para saber se as pessoas gostam, o que elas pensam, mas qualquer um tem a capacidade de dizer o que pensa de forma educada e é melhor nem saber o que você pensa se não for bom.

E, eu sei, muitas vezes eu sou meio que agressiva, aqui. Este é o meu espaço, chama-se “Pitacos da Pi”, eu sou a Pi e os pitacos são meus. E eu tento ser o menos desagradável possível e só critico com acidez o que me agride. E, aí, é payback. De qualquer forma, eu não mandei para a Natalie Portman o link para ela ler que eu a acho dela. Ela não precisa saber. Mas, sim, eu também tenho muito o que melhorar. Estou tentando.

Tente, também. Antes de ser mesquinho e petulante, avalie se é mesmo necessário. Se não, é melhor ficar na sua. Opinar é diferente de agredir. Agressão gratuita é coisa de cachorinho miudinho com medo de ser pisado. Seja maior.

Obrigada – o resultado!!

Acordei, descobri que tenho que estar pronta às 11h para ir para a casa dos sogros e que não dará tempo deu fazer as unhas, brincar com os gatos, fazer sobremesa, arrumar o caos da casa… Eu já não gosto de natal, gosto menos ainda do natal da família do marido, e descobrir, de última hora, que será almoço de véspera de natal em vez de natal, me fez gostar menos ainda.

Mas, pelo menos, a festa da firma, ontem, foi ótima – colocaria fotos se tivesse tempo – e o sorteio já rolou. E quem ganhou foi…

O número 10!!

Parabéns, Vinny!! Sua mulher não tem sorte no jogo, mas tem no amor!! kkkk