Acho lindo!!

22 inscrições válidas. Alguns pontos de exclamação esquecidos, outros multiplicados, mas relevei. Também não sou tão chata assim. 1 pessoa que foi ser engraçadinha e não cumpriu a regra tão bem explicada de só escrever a frase e foi desclassificada. E 1 única pessoa que se inscreveu mais de uma vez. Sem problema, não estava fora das regras… E a vencedora é…

.

.

.

.

.

.

.

.

E o comentário número 18 foi da Júlia!!

Parabéns Júlia, aguardo seu contato com os dados para o envio do prêmio. E obrigada às participantes!

It’s a crime…

Ok, nós todos já sabemos que eu sou chata, mas há coisas que me deixam chateada… A Cyber Monday, da Lime Crime, por exemplo…

Há uns dois meses, a Lime Crime fez uma superliquidação de batons. Descontos absurdos durante 24 horas!! E o site saiu do ar. Mas, né?, as coisas se resolveram e, horas mais tarde, o site voltou e a promoção foi prolongada. Ninguém morreu, ninguém ficou ferido e, fora uns ataques de ansiedade via Facebook, deu tudo certo.

Pensei, então: devem ter aprendido com o erro. O servidor estará apto a atender a demanda nas próximas promoções, certo? Não teria como eu estar mais errada.

Cyber Monday (seja lá o que isso seja) com desconto de 25% em TODOS os produtos durante 24h + lançamento do Carousel Gloss + venda exclusiva e limitada do poster da coleção.

Esse:

Sem as bordas pretas!! Lindo, quase quis.

E uma amarração sem limite. Prometeram o lançamento da coleção para dia 28, sem maiores detalhes. Não houve pré-venda e até o lookbook da bagaça demorou a sair. Mas isso tudo cria frisson, aumenta a vontade… Eu mesma já estava em cólicas pela coleção! Louca para chegar o dia 28. E ele veio, mas nada de liberarem as vendas.

Pelo Facebook, veio a notícia de que a coleção seria lançada ao meio dia da costa Oeste. Até o começo deste ano, a Doe morava em Nova York onde a diferença de fuso é pequena, mas ela tinha que se mudar para a Califórnia – 6 horas de diferença – e avacalhar com minha ansiedade. 6 horas. E, às 6h da tarde, a coleção é lançada com o site fora do ar. É… Não aguentaram o volume de acessos e caiu.

Às 11h, quando eu fui dormir, o site ainda estava fora do ar. Sonhei a noite toda com essa compra… Acordei e comprei. E, cerejinha do bolo, meu código de afiliada não passou!! \o/

E, sim, mais uma vez, ninguém morreu ou se feriu. Foram só faniquitos. Mas, mesmo assim, não deixa de ser desrespeito com as consumidoras, não deixa de ser burrice não prevenir problemas. Esse tipo de coisa vai me dando preguiça da marca. A Eyeko, por exemplo, me perdeu total, nunca mais comprei nada deles. E é bom que esse tal de Carousel seja mesmo incrível e perfeito, porque marca de maquiagem linda e de qualidade é o que não falta. Inteligência, em compensação…

Cyclops, 01AMOR

Eis que, durante uma chuva torrencial, o Cyclops veio nos visitar. E entrou pela minha cozinha afora, se sentindo em casa. Pena que são 5 gatos e, sinceramente, já tenho xixi demais em casa… Mas ele é fofíssimo!!

Primeiro, fotos que justificam o nome:

E, sim, a área de serviço está um caos. Culpa da chuva…

E a única foto boa dele, até agora!!

Comidinhas

Com essa chuvinha enjoada, friozinho e tudo mais, dá um desânimo de sair de casa, né?! Mas, também, dá uma fominha… E preguicinha de cozinhar… Foi por fome e preguiça que recorri a uma receita do blog Gordelícias. E, levando em conta o resultado e os comentários do blog, já vi que virei fã.

Ninhos de talharim ao forno é rápido de preparar (o forno faz quase todo o trabalho), fácil e muito gostoso!!

A foto é da Raquel. Comi em vez de fotografar o meu, mas ficou até mais bonito do que o dela!! Se deu vontade de experimentar, clique aqui para chegar direto na receita! Recomendo.

I <3 Tattoos!!

Eu realmente gosto de tatuagens.

Fiz uma aos 18, porque li uma matéria na Veja sobre os dois melhores tatuadores de BH. Só por isso. Escolhi um e fui. Era barato, já que eu tinha a grana. Escolhi um peixe e o lugar e deixei por conta do Luck Bala o resto. Ele acertou a cor! Vermelho! Meu pai me chamou de piranha. Minha avó achou o máximo! Para ela, foi uma atitude audaciosa, que ela não esperava de mim.

Tatuagem vicia, é fato. Mas até hoje não fiz outra. Não por falta de vontade, mas por excesso de volubilidade. E, depois, comecei a assistir a Miami Ink e fiquei mais exigente! Chris Garver é meu herói!!

Então, em 2008, fui numa feira de tatuagem em SP e me apaixonei pelo trabalho de um artista! Entrei em contato com ele, depois, para encomendar um desenho. Ele é de Israel, mas está sempre por aqui. Isso foi em novembro de 2008 e ele voltaria ao Brasil em fevereiro de 2009. A tattoo não seria baratinha, e ainda teria a despesa de ir para São Paulo, mas estava valendo a pena. Só que ele teria que receber a grana adiantada, via Paypal e eu não tinha Paypal. Até que eu conseguisse liberar minha conta lá, o dólar caiu e o cara subiu o preço dele. Tipo, na antivéspera deu ir pra SP, eu já ia fazer a transferência, quando ele me passou o novo valor, 3 vezes maior. Disse que eu não cupri o prazo para pagar e que ele chegou ao Brasil e percebeu que o preço dele estava defasado. Eu não tinha a grana e cancelei a sessão. O cara me chamou de mimada, insegura e sem compromisso… Não perdi tempo respondendo, porque eu acabaria apelando, então… Não tenho um peixe no braço…

Para essa tatuagem, eu havia até feito laser para apagar as sardas e ela aparecer mais. Mas, depois da decepção, acabei indo pra Bahia, tomando sol e recuperando as sardas. E, depois de ver tanta gente tatuada, na praia, perdi um pouco do tesão, graças ao lugar-comum de se ter tatuagem, e adiando a vontade.

Até que, dia desses, uma amiga de Face postou uma frase que me deu vontade de tê-la gravada em mim. Vontade antiga, confesso, mas o lugar mudou! Vou tatuar meus dedos!! Estou até usando hidratante para deixar a pele no jeito!! Devo fazê-la no mês que vem, aqui em Itaúna, mesmo.

E, por ter recuperado o tesão por tattoos, recomecei a assistir a LA Ink. Sim, prefiro os meninos de Miami, mas não passa mais o programa… LA Ink é meio novelesco, muito drama, muita coisa desnecessária. A Kat Von D era menos cansativa em Miami e, apesar de ainda admirar o trabalho dela, ela é chata demais! Não sei se o programa é bom para os negócios, mas para ela, como pessoa, não tem como. Ela se mostra um ser humano horrível!!

Coisinhas de mulher

Faz umas duas semanas que tirei o DIU. Não, não vou tentar ter nenéns! Inclusive, porque, se eu quisesse, teria engravidado no dia em que o retirei. Mas, não!!

Eu já usei quase tudo para evitar nenéns. Camisinha, que é uma coisinha bem desagradável, mas necessária. Pílulas, que ainda controlam a oleosidade e o fluxo menstrual, mas me dão TPM braba e enxaquecas. Implante hormonal, que me deixou gorda, espinhenta e infeliz – sem contar as cicatrizes horrendas no braço. Sério: fuja do implante! Todo mundo me falou que era ótimo, que suspendia a menstruação, etc. Mas foi uma coisa cara e dolorosa de tirar. Não fiquei com o negócio nem um ano e fez muito estrago. E as mesmas pessoas que disseram que era ótimo, falaram dos muitos efeitos colaterais só depois que eu o coloquei.

Depois do implante desastroso, recorri ao DIU por quatro anos. O primeiro deles foi sensacional, apesar de ter começado a ter espinhas e oleosidade excessiva. Mas eu sabia que iria ser assim, porque eu usei hormônios sintéticos durante muitos anos e o corpo, até se acostumar a fazer o serviço dele de novo, erra um pouco. Mas, pelo menos, acabaram-se as TPM e as enxaquecas.

Mas aí veio o fluxo excessivo em ciclos de 20 dias. E menstruar a cada 20 dias não é fácil, não senhor… Então, cansada de mesntruar e não podendo ser castrada, tirei o DIU e estou voltando às pílulas. Desta vez, emendando cartelas. Veremos se acabam as TPMs, já que, teoricamente, não terei mais Ms.

E no que isso te interessa? Em nada, provavelmente. Mas minha pele vai melhorar, meu cabelo não ficará mais oleoso e, assim, melhora meu humor. Vou me sentir mais à vontade para fazer minhas makes sem escorrer em óleo e farei, enfim, meu corte de cabelo radical!! E, quem sabe, aqueles que vivem pedindo para eu mostrar mais a cara, aqui, terão seu desejo realizado?!

Contando as horas

Parafraseando a Lou: preciso disso para viver! E estou contando as horas para chegar dia 28. Depois, morrerei de ansiedade até que estas criaturas lindas cheguem na minha casa…

Se eu vou usar? Dificilmente… Mas quero ver de perto!! Pegar!! Ter!!

Cada um custará 17 dólares. Todos juntos saem por 65 dólares.

Black Friday

Para quem não sabe, a sexta-feira imediatamente posterior ao Dia de Ação de Graças – Thanksgiving – é a Black Friday, quando há uma supermegaultra liquidação nos States e tudo sai quase de graça. Estão tentando trazer esta cultura ao Brasil, mas não dão conta… Mas enquanto temos 5% de desconto na nossa sexta-negra, a Sugarpill, americana, está dando 30% hoje e 20% sábado e domingo. Basta usar o código PINKWEEKEND ao fechar sua compra.

As compras vão demorar a chegar, pois só serão embarcadas em dezembro, mas vale a pena. Foi assim que comecei minha coleçãozinha de Sugarpill, ano passado.

E se quiser ajudar a tia, é só clicar no banner aí do lado para fazer sua compra!!

Matrioshka

Não sei bem o que acontece. Acho – achismo mesmo – que todo mundo acredita que o outro é menor do que ele, tipo uma matrioshka. Assim, ninguém respeita ninguém, mas, em contrapartida, todo mundo exige respeito. Só que respeito não é coisa que se consegue no grito, não se exige, se merece. E acredito que todo mundo mereça respeito, enquanto se dá ao respeito. Exigir, gritar, ameaçar, esbravejar, isso tudo é perda total de merecimento.

Sou partidário de “do pó viemos e ao pó retornaremos”, porque isso sim é democrático. Não entendo a soberba – mesmo que, às vezes, eu faça uso dela: ato-falho-defensivo. Somos todos, no fundo, sacos de merda, só que com formatos e cores e rótulos diferentes. E diferente é só diferente, não é melhor. Ter o “rei na barriga” não faz com que você não tenha as “humilhantes” necessidades fisiológicas, que incluem respirar, comer, dormir, cagar. Não conheço ninguém – vivo – que não precise disso. Então, não deveria ser só no “troninho” que somos parceiros nas nossas misérias. Deveria ser o tempo todo. Porque respeito é prerrequisito para todas as coisas boas. E a falta dele deixa o mundo assim… Cheio de sacos de merda de cores, rótulos e formatos diferentes, mas todos com cheiro ruim.

P.S.: não, amigas, não estou deprê-suicida-desesperançosa da vida. Estou como sempre fui – estranha? – com o acréscimo do Jaílson na goela…