Farmília em resumo

• Gasolina pegou um passarinho. Gritei marido para salvá-lo, mas ele disse que não tinha mais jeito e deixou pra lá. Gasolina comeu o passarinho. No local da chacina, penas, sangue e um ovo. Marido está chocando o ovo… Haja dinheiro para pagar a conta de energia, viu?!

• Um pintinho veio do além. Ele voltou pro além, mas em outro endereço. Ontem, sem mais nem menos, o Toro apareceu com um pintinho na boca. Marido foi lá resgatar o pinto, quando notou que não era da nossa farmília. Estamos sem pintos de pescoço pelado em casa e aquele era um, com certeza. Sem contar que os três pintos sobreviventes da última ninhada estavam bem. De onde veio? Não sei. Pra onde foi? Fazenda dos pintos felizes…

O Toro apanhou de jornal. Mas o incrível é que ele nunca pegou um pinto, galo ou galinha da casa, mas matou o forasteiro sem dó. Cachorro inteligente, esse.

• A Panqueca quebrou um dos caninos. Que dó. Ele ficava pra fora da boca, tão fofinho… Não sei o que ela aprontou, mas esta meio banguela, agora…

• Pudim anda em crise. Vai pro muro chorar todo santo dia, às 16:30. Chora, faz drama e alguém tem que subir para resgatá-lo. Todo santo dia.

• E o Cyclops voltou a frequentar a casa. Estava com saudade dele, mas, não, do xixi dele…

• Por fim, a última perua foi embora daqui. Arranjamos casa melhor para ela, onde há peru e ela pode cruzar feliz, já que o galo não dava conta e ela estava chocando… Chocando nada. Nada é melhor. Ficamos assim.

4 ideias sobre “Farmília em resumo

  1. Que dó da Panqueca!!! Tadinha da minha afilhada… )= não consigo nem imaginar o que ela aprontou, mas não ficou bonito não, que dó.
    Acho que deveria ter mais fotos, fotos de todos =D

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>