Crise de abstinência

Como Stephen King não para de lançar livros e, por algum milagre, a Suma não para de traduzi-los e lançá-los no Brasil, eu sempre tenho alguma coisa do Rei para ler. Mas, mesmo com pelo menos dois livros dele me esperando, arranjei outros vícios.

Primeiro, foi Dexter. A série me cansou. Não por demérito dela, mas pela minha incapacidade de manter-me atenta à TV (ou tela de computador) por mais de meia hora. Então, cada episódio durava dois episódio e foi ficando chato. Mas eu adorei os livros.

A série tem uma primeira temporada incrível. Muito superior ao livro. Mas os livros e a série foram rumando caminhos diversos e, mesmo que o Jeff Lindsay (o autor) sofra do “complexo de Dan Brown” – a história é SEMPRE a mesma, só muda o endereço – e seja realmente impossível imaginar que Miami tenha tantos serial killers quanto o autor quer nos fazer acreditar, ele conseguiu prender minha atenção. Isso, porque Dexter, o assassino, é delicioso. É um dos personagens mais bem construídos e absolutamente carismáticos que eu já conheci.

2089_tam9O timing da Camiseteria está o mesmo que o meu!

Jeff não é um bom escritor, mas é um bom contador de histórias e, pra mim, está de bom tamanho. O mesmo posso dizer de Charlaine Harris. Ela se confunde absurdamente ao longo da história de Sookie Stakehouse e as descrições contraditórias – ela, definitivamente, precisaria de um caderninho de consultas e, para piorar, a tradução não ajuda em nada – e os inúmeros e desnecessários flashbacks cansam, mas, mesmo repletos de clichês, os livros são divertidos. A vida da Sookie é uma tragédia, mas é impossível não sentir MUITA inveja dela. Ela atrai problemas na mesma proporção que atrai homens (ou mitos) lindos e grandes e… Pelamordedeus!! Eric Northman. Alcide Herveaux. Encerro meus argumentos.

Meu único problema relacionado a meu vício é a abstinência. O oitavo e derradeiro Dexter (Dexter is Dead) foi lançado este ano nos Estados Unidos e demorará mais do que eu dou conta de suportar para chegar ao Brasil. Mas Sookie Stakehouse é ainda pior. São 13 livros da Saga Sangue Fresco, mas só cinco deles foram lançados no Brasil, até onde descobri. E já li todos eles.

Como a Saída de Emergência lançou tudo em Portugal, fui ver se os conseguia de além mares. O preço é bom e enviam pra cá. Joia. Mas o frete é bem caro e ainda tem o IOF e o euro altíssimo para acabar com minha alegria. Desisti… E me contive para não pedir pra ninguém trazê-los pra mim, porque sei que quem está viajando não está a fim de ficar procurando e enchendo a mala com encomenda-mala.

Por isso, sofro… E, sofrendo, comecei a escrever meu próprio livro. 😀

13 ideias sobre “Crise de abstinência

  1. Woohoo!!! Muito sucesso com o livro! Eu sou uma lerdeza pra ler que dá raiva e a minha lista só aumenta… Nunca li nada de Stephen King (absurdo, eu sei), mas tá na minha lista. Nunca vi Dexter, e também está na minha lista. Um dia, quem sabe, eu consigo dar conta. :/

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *