Biscoitinhos de natal

A grana estava curta, a paciência, idem, o tempo, menor ainda, então, não fui às compras de natal. E para não chegar à casa dos sogros e à da minha avó de mãos abanando, fiz cookies de natal para todos. Fiz quatro receitinhas que vi no Pinterest e montamos uma caixinha tipo “take out box” para abrigá-los.

take-out-box

Deu trabalho, passei calor e raiva – as receitas são americanas, típicas de frio, e desandaram um bocado… -, mas valeu o esforço, pois ficou tudo bem gostoso e até bonitinho. E acho que gostaram.

Só não fiz as coberturinhas de glacê, porque não tive tempo e coragem. Coragem? Sim, glacê feito com leite nesse calorão… Medo de azedar e/ou de não endurecer o suficiente e melar tudo. Fui no básico.

Para quem se interessou pela atividade, aqui vão as receitas e fotos originais (com comentários):

LINZER COOKIES

Linzer Cookies

Oh, quem me dera fazer lindezas destas…

Ingredientes:

3 xícaras (450g) de farinha de trigo
1 xícara de açúcar (cerca de 130g)
3 gemas
2 colheres (sopa) de extrato de baunilha
226g de manteiga em temperatura ambiente

Modo de Preparo:

Bata a manteiga com o e açúcar até ficar um creme homogêneo. Acrescente as gemas e a baunilha, bata até misturar. Adicione a farinha e mexa até que ela incorpore. Se a massa estiver muito quebradiça, adicione uma colher (sopa) de leite.

Despeje a massa numa superfície de trabalho limpa ou em uma tigela grande e junte-a com suas mãos, formando uma bola. Em seguida, achate-a e envolva-a com papel alumínio e leve à geladeira por uma hora. Preaqueça o forno a 180 graus.

Forre 2 assadeiras grandes com papel manteiga.

Muito levemente, enfarinhe a superfície de trabalho. Cubra a massa, na superfície de trabalho, com papel manteiga. Com a ajuda de um rolo, abra a massa até ficar com espessura de 4 mm. Corte com um cortador de cookies. Transfira-os para as assadeiras preparadas. Não se esqueça de cortar os centros de metade dos biscoitos.

Asse por 7-9 minutos, até que as bordas inferiores começam a ficar ligeiramente douradas. Deixe esfriar completamente.

Preencha os cookies com geleia de framboesa. Espalhe a geleia na parte inferior do cookies, evitando chegar à borda para não vazar ao formar o “sanduíche”. Depois, coloque o cookie com a estrela cortada no topo, pressione ligeiramente e geleia será empurrada para a estrela sem transbordar.

É melhor deixar os cookies descansarem durante a noite. A geleia vai amolecer os biscoitos um pouco o que os torna realmente suaves.

Se você quiser acrescer uma gracinha extra, pode mergulhar biscoitos no chocolate escuro. Eu recomendo que você deixe biscoitos recheados descansarem durante a noite antes de mergulhá-los no chocolate. Eles são mais fáceis de trabalhar assim.

Derreta cerca de 1 xícara de chocolate no banho-maria, mergulhe as extremidades do “sanduíche” de cookie no chocolate, bata levemente para remover o excesso de chocolate e, em seguida, deixe-os descansar sobre em uma camada de papel manteiga. Enquanto o chocolate ainda está molinho, polvilhe com bolinhas de confeitar brancas. Transfira os biscoitos recém-mergulhados para a geladeira e deixe o chocolate endurecer.

Guarde-os entre camadas de papel manteiga em um recipiente hermético e em um lugar fresco. Conservam-se por 2 semanas, sem problemas.

Notas pessoais:

• A massa ficou até bem molinha. Não precisou de leite!

• Deu tudo certo, mas não ficou tão branquelo quanto na foto.

• É melhor fazê-lo maiorzinho, para não ficar quebradiço por causa do furinho. A receita rendeu quase 40 parzinhos!

COOKIE DE AMENDOIM

cookieQuero este carimbo para biscoito!

Ingredientes:
110g de manteiga amolecida
150g de açúcar mascavo
1 ovo
1/2 colher (sopa) de baunilha
120g de manteiga de amendoim cremosa
220g de farinha de trigo
1/4 colher (chá) de bicarbonato de sódio
1/4 colher (chá) de sal

Modo de Preparo:

Bata a manteiga e o açúcar até ficar cremoso, por cerca de 3 minutos. Acrescente o ovo e a manteiga de amendoim até misturar bem. Peneire a farinha, o bicarbonato de sódio e o sal sobre o creme. Misture bem.

Abra a massa entre dois pedaços de filme plástico até ficar com espessura de 4 mm. Leve-a à geladeira por 2 horas.

Cubra o fundo de duas assadeiras grandes com papel manteiga.

Retire o filme e corte com um cortador de cookies. Transfira-os para as assadeiras preparadas. Cubra os cookies com um filme plástico e leve à geladeira  por uma hora.

Preaqueça o forno a 180 graus. Asse os biscoitos até ficarem marrom claro, cerca de 10 minutos. Esfrie na assadeira por alguns minutos, em seguida, transfira para uma tela para esfriar completamente.

Notas pessoais:

• Abrir a massa com a ajuda do filme plástico ajuda a não grudar no rolo, mas tem que tirar o filme dos dois lados antes de cortar. Preferi usar papel manteiga sobre e sob a massa. Ficou mais fácil de trabalhar. Claro que tem que tirar o papel de cima antes de cortar!

• Achei a manteiga de amendoim – nada de Amendocrem, pelamor! – no Sam’s Club e o no Verde Mar (em BH). Se não encontrar, tem como fazer em casa (no processador: 2 xícaras de amedoim torrado e descascado com 3 colheres (chá) de óleo de amendoim, girassol ou azeite de oliva e 1/4 colher (chá) de sal).

• Rendeu cerca de 40 biscoitos.

BROWNIE COOKIES

brownie-cookies

Era para ter essa aparência, mas o meu não ficou assim…

Ingredientes:

½ xícara de manteiga
4 quadrados de chocolate amargo picado
3 xícaras de lascas de chocolate meio amargo
1 + ½ xícara de farinha de trigo
½ colher (chá) de fermento em pó
½ colher (chá) de sal
4 ovos grandes
1 + ½ xícaras de açúcar
2 colheres (chá) de essência de baunilha

Modo de Preparo:

Misture a manteiga, o chocolate amargo e 1 + ½ xícara de chocolate meio amargo em uma panela. Cozinhe em fogo baixo, mexendo sempre, até a manteiga e o chocolate derreterem. Deixe esfriar.

Misture a farinha, o fermento e o sal em uma tigela pequena, reserve.

Bata ovos, açúcar e baunilha em velocidade média com uma batedeira. Aos poucos, adicione os ingredientes secos à mistura de ovos, batendo bem. Em seguida, adicione a mistura de chocolate e bata bem. Misture o restante do chocolate.

Cubra o fundo de duas assadeiras grandes com papel manteiga. Preaqueça o forno a 180 graus. Asse biscoitos por cerca de 10 minutos. Esfrie na assadeira por alguns minutos, em seguida, transfira para uma tela para esfriar completamente.

Nota pessoal:

• 3 xícaras de lascas de chocolate é muito subjetivo. Não sei se acabou sendo foi muito o que pus, mas sei que a massa não deu ponto. Pode ser, também, que nosso chocolate seja mais doce… Pode ter sido o calor… Só sei que fiz tudo certinho e não deu. Então, para não perder a massa, espalhei a bendita na forma com o papel manteiga, como se fosse um bolo, mas bem fininho (uns 5mm) e assei. Quando esfriou, usei um cortador de cookie de coração e fiz cerca de 50 deles. Comi as sobras!! Ficou ótimo!

LEMON ICEBOX COOKIES – da Martha Stewart

lemon icebox

Ingredientes:

2 xícaras de farinha de trigo (niveladas)
1 xícara de açúcar de confeiteiro
1 colher (chá) de sal grosso
1 colher (sopa) + 1 colher (chá) de raspas de limão
1 colher (chá) de suco de limão
1 xícara de manteiga sem sal, cortada em pedaços
2 gemas grandes
1/4 xícara de açúcar cristal

Modo de Preparo:

Misture a farinha com açúcar de confeiteiro, o sal e as raspas de limão. Adicione a manteiga e bata até formar uma “areia”. Adicione as gemas e suco de limão e bata até a massa juntar. Divida a massa ao meio e forme dois rolos. Embrulhe em plástico e coloque na geladeira até ficarem firmes, por cerca de 2 horas (ou até 1 mês).

Pré-aqueça o forno a 180 graus. Espalhe o açúcar cristal em um pedaço de papel manteiga e role a massa sobre o açúcar. Fatie os rolos em rodelas de 5mm de espessura e alinha nas assadeiras forradas com papel manteiga. Asse até que os cookies estejam dourados em torno das bordas, por cerca de 15 minutos, virando-os na metade do tempo. Transfera os cookies para uma tela para esfriar.

Notas pessoais:

• Achei um exagero de raspas de limão e pouco suco. Aí, fui ler os comentários da receita e ninguém mais achou isso, então, me convenci que estava certo. De qualquer forma, usei menos raspa e mais suco do que está na receita e, mesmo assim, a massa ficou esfarelenta e difícil. Por isso, em vez de fazer os rolos e cortar, fiz como nos cookies de amendoim: abri entre duas folhas de papel manteiga e cortei com cortador. Deu certo, mas foi dureza! Deu para fazer cerca de 50 biscoitinhos.

• Os biscoitos são meio salgadinhos. Então, nem pensar em usar manteiga salgada!

Superútil: tabela de conversão de medidas, aqui.

Pega na mentira

A mentira é uma arte. Uma arte menor, talvez, mas, mesmo assim, difícil de ser bem feita. Definitivamente, não é para qualquer um.

Pessoas limitadas, pouco criativas, displicentes e/ou de pouca memória não devem jamais mentir, porque a mentira exige comprometimento, raciocínio, cultura e jogo de cintura.

Raramente a mentira termina ali, onde e quando foi contada. Ela tem pernas curtas, mas caminha, mesmo assim. Chega longe. Corre o mundo. Você, o autor, tem que estar preparado para render a história ou, simplesmente, repeti-la, ipsis litteris, quantas vezes forem necessárias.

Se você tem um comparsa ou envolveu mais alguém na história, um tanto pior. Tem-se que ensaiar muitas vezes, nos mínimos detalhes. Tem-se que convencer o companheiro a compactuar até o fim. Sem gaguejar, sem pestanejar. Acreditando. Isso, acreditem. Incorporem!

E não se esqueça que mentira tem que ser simples, com menos detalhes e elementos possíveis para você não se enrolar. Quanto mais elaborada a mentira, mais rápida a queda.

Importante! Certifique-se que a apuração dos fatos vai ser, pelo menos, difícil. De preferência, bem demorada. Evite ser pego!

E, acima de tudo, esteja preparado para ser desmascarado. Neste caso, opte pela verdade ou por negar tudo até o fim, mas faça isso com o máximo de dignidade que a situação permitir.

Outra opção… Fale sempre a verdade. Enfeite-a um pouquinho, para não parecer tão ruim, mas assuma-a de vez. É mais fácil e tem menos consequências, na maior parte das vezes, do que mentir.

Lição

Caros jovens, gostaria de compartilhar com vocês algumas lições que aprendi ao longo dos meus 38 anos e que, às vezes, acredito que estejam em falta em suas casas.

É que “por favor”, “com licença” e “obrigado(a)” são palavrinhas mágicas, fundamentais para qualquer relação interpessoal civilizada, mas não são o resumo do que é educação ou do que é respeito ao outro. Educação é cortesia, civilidade, polidez, afabilidade. É ter boas maneiras. Na prática:

Abaixar a tampa do vaso sanitário – não só o assento – após usá-lo é educado. Fechar a porta, que se encontrava fechada, após passar, é educado. Não interromper conversas dos outros ou não chamar ninguém aos berros – principalmente quando há alternativas a isso – é educado. Não se sentar na cadeira que o outro puxou para si é educado. Seguir as regras que se impõe num ambiente social é educado – mesmo que você não concorde com elas.

Respeito é outra coisinha muito importante para a vida. É ter consideração por si e pelo outro. Não gastar 80m de papel higiênico a cada dois dias e não desperdiçar detergente e água ao lavar a louça é respeito – ao planeta e a quem paga a conta. Não achar que seu chefe é tão imbecil que não percebe que você está enrolando no serviço, jogando na Internet e conversando pelo chat com seu namorado é respeito. Não fechar a tela, rapidinho, quando o chefe se aproxima, também. E, olha, assumir erros mostra caráter. Esconder que está fazendo errado mostra que você sabe que está fazendo errado… Não começar a dar desculpas esfarrapadas toda vez que alguém chama sua atenção é respeito, porque ouvir calado é respeito, não mentir é respeito. Não fazer mal feito quando se pode fazer bem feito é respeito.

Achar que se pode levar vantagem em tudo é burrice. Achar que você é o esperto e que os outros são estúpidos é burrice. Não querer aproveitar a oportunidade de aprender algo que pode ser extremamente útil para sua vida e para sua profissão por pura preguiça é burrice. Nem tentar se dar bem com as pessoas com as quais você convive o dia todo é burrice. Ninguém é tão sensacional que consiga viver sem interação social. Ok, você tem namorado(a)?! Parabéns! Mas quem lhe garante que essa pessoa vai lhe suportar – em amplo sentido – a vida toda?! Usar o fato de você ser jovem para ser um total imbecil, além de imaturidade, é burrice.

Se a vida não lhe ensinou nada disso, não perca as esperanças. Ela há de lhe ensinar. E juro uma coisa a você: a vida não é tão legal quanto a tia, aqui, quando quer ensinar lições. Vá por mim…

 

Keyfrases – Pi responde VII

Ah, que saudade que eu estava de responder os keyfrases!!

Mas, antes, uma dica: não compre importados por agora. A Polícia Federal, que é quem fuça nas suas encomendas importadas para saber se é tudo lícito, limpinho e dentro da ordem, incomodada com tantas compras no exterior e tão pouca gente para trabalhar com elas, entrou em operação tartaruga. O que quer dizer que o que demorava meses pode demorar ainda mais. Se chegar. Aí, não adianta nem xingar os Correios, porque o negócio é mais em cima! Por enquanto, a dica é segurar a onda e evitar a fadiga!

como disfarçar a papada nas fotos: eu faço assim:

Jogo a cabeça para trás como se não houvesse amanhã. Ou apoio o rosto sobre o ombro de alguém. Jogar a cabeça pro lado funciona, também, mas pode te fazer ir parar no Blogueira Shame. É um risco a se correr. Prefiro ser a “moça de pescoço quebrado” a ser uma “sapa cururu”.

quanto tempo demora para o cabelo ficar longo: cabelos normais e sadios crescem tipo 1,5-2cm por mês. Ou seja, demora!

rifinha de colejio para juntar dinheira: melhor estudar e largar mão de tentar ganhar “dinheira” com rifinha.

devo deixar a luz acesa para o gato dormir: não.

meu gato mija 3m toda casa que faco: 3m?! Nossa… Limpar a caixa de areia é um começo. Gato prefere mijar naquele lugar que você insiste em deixar limpinho a uma caixa com pouca areia e fedorenta. Castrar é uma excelente opção. Gato castrado não sente muita vontade de marcar território. Se ele for filho único, então, o problema se resolve fácil.

gatos gostam de beijos: não necessariamente. E não os beije na boca. Você pode transmitir herpes a eles.

tatuagem de cinta liga na coxa: acho cafona. Tem uma rede social massa de se achar tattoos: Pinterest. Recomendo com força.

preconceito comas gordinha para botar foto no facebook: eu não tenho, tenho conceito: penso que senso é uma coisa boa. Ninguém deveria se expor ao ridículo ou mostrar o que não é legal ser visto. Sendo gordo ou magro. Pneu – de corpo – não é bonito. Banha não é bonito. Celulite não é bonito. Pele e osso também não é bonito. Pelanca não é bonito. Não mostre sem um bom motivo – ir à praia e namorar pelado são bons motivos. E só.

Preconceito existe contra qualquer um, coisa, tipo físico, raça, credo. Fazer o que?! Dar de ombros e ser você mesmo. A não ser que você seja uma pessoa horrível. Aí, tente ser outra coisa.

cabelo chanel com nuca batida loiro/petro pra gordinha: particularmente, gosto de gordinhas com cabelos longos, porque alonga a pessoa. “Chanel” deixa o rosto ainda mais redondo. Mas aí é questão de gosto.

bolsas da betty boop 2012: tem no Toda Mulher, link ali na lateral.

ruivo peludo: achei esse:

mulher branca ruiva linda: eu!! :P

pessoas sardentas não ruiva: Mylla Christie é uma.

meu penis e feio: e você não está sozinho nessa, amigo! Difícil é achar um bonito. Ô troço esquisito!!

acho que ja estou menstruando o q fazer???: comprar estoque de absorventes com abas!!! Procurar uma ginecologista é bacana, porque ela vai saber te orientar direitinho sobre cólicas, fluxo, essas coisas. E parabéns, mocinha!!

lojas que tem esmaltes importados em sao paulo: parece que aquela tal de Drogaria Iguatemi tem.

quais modelos de calças indicados para quem tem as pernas grossas: tenho coxão e uso de skinny a pantalona. E não são só as pernas que interferem na escolha. Sua altura, o formato do corpo, tudo influi. Há regras, mas sempre acredito que o espelho é seu melhor conselheiro nessas horas. Vista e, se se sentir linda e confortável, aquela é a calça certa para você!

mistura para brownie dr. oetker: muito boa!

sobrancelhas grossas desenhadas: não! Você não quer vir parar aqui, ou quer?!

sardas como evitar: fugindo do sol e das lâmpadas fluorescentes. Filtros solares ajudam um pouquinho de nada. O negócio é, tem tendência a sardas e as odeia, caminhe pela sombra!

eu amor uma menina so que ela nao gosta de mim e o que eu fasor: se arrisque e se declare ou parta pra outra. Ficar chorando em Internet é que não rola.

efeitos da metanfetamina nos dentes: eles apodrecem e caem!

cansei de babaca e pessoas que nao tem palavra: meu único conselho é: não seja um, então. De resto, não há nada a ser feito. Eles estão em todo lugar e não há como se evitar!

melissa having tricot comprar: lojamelissa.com.br

bazar que vendem melissas: Bazar Melisseiras e Melissando.

qual o bairro de rico em itauna: Cerqueira Lima é cheio dos Nogueira ricos. Tem o Belvedere, também. Centro é lugar de rico, mesmo. Tudo lá é muito caro! Chácara do Quitão tem uns ricos, também, dependendo do lugar.

detesto os que se dizem politicamente corretos: eu também, mas, ó, eles não estão tão errados assim. No Brasil, ter opinião pode ser crime de injúria, difamação ou calúnia, dependendo do caso. Ser politicamente correto evita processos… Eu sei bem…

meu padrão da palpite na minha vida.o que eu faço?: gosta do emprego? Escute. Quem sabe ele está dizendo algo que valha. Não faz questão de trabalhar com ele, mande à merda!

acho q estou na decada errada: se for problema de adequação ao mundo, recomendo que assista a “Meia Noite em Paris”, do Woody Allen.

Entrevista de emprego

Estou contratando. A agência cresce, o trabalho cresce. O dinheiro não cresce, não, impressionante. Mas quero dividir minha miséria com outros malucos que amem a profissão e acham que dinheiro não é tudo.

Vivo vendo posts sobre como se vestir e se portar numa entrevista de emprego e, para lhe ser sincera, quando sou eu quem entrevista, acho todas as dicas uma bobagem. Se você vier de pijama e pantufa vai me impressionar mais do que se estiver vestidinha de executiva, bem maquiada e de chapinha nova.

Já houve um caso de um aspirante ao cargo chegar para a entrevista e, dois minutos depois, a mãe do cara adentrar a sala. Ela se sentou e começou a dizer o quanto o filho dela foi bem criado, enquanto ele, vermelho, se afundava na cadeira. Bizarro?! Amei!! A mãe dele me passou TODA a segurança de que ele era um cara bom, trabalhador e honesto, coisa que a timidez dele não estava permitindo. Então, se quiser, e se for depor a favor, leve sua mãe! Sério. Hoje em dia é tão raro conhecer alguém bem criado que conta, sim, conhecer a pessoa que o criou. Boa educação e 25% da entrevista está ganha.

Portfolio é 50% da história. Seu cabelo lindo, seu alargador de orelha, sua maquiagem incrível não são nada se seu portfolio for inexistente ou ruim. Dicas de como construir um portfolio digno aqui. Sigam-na. Não só para trabalhar comigo, mas em qualquer agência decente!

Honestidade ficam com os outros 25%. Pouco? O suficiente, já que só dá para avaliar se o sujeito foi honesto mesmo nos meses vindouros. Então, o fulano até consegue o emprego graças a sua capacidade de me enganar, mas não fica com ele.

Mentir no curriculum é f*da e totalmente desnecessário. Nunca barrei alguém, porque o cara não tem as manhas do Photoshop e prefere o Corel Draw – se bem que, para meu sócio, Corel é morte! Ter vontade de aprender e ser esperto para pegar rápido é o que importa. Já barrei um cara que tinha no currículo tantos programas, mas todos escritos de forma tão errada, que achei que o cara era um “tabajara”. Sem noção. Como é que pode saber trabalhar num AutoCad, que não é um programinha manha, mas não saber sequer escrever o nome dele? Autocard? Mesmo? Foto-shops? Jura?!

Teve, também, a mocinha que pôs em seu curriculum que tinha domínio em inglês. Fazia curso há 7 anos. Ela imaginou que não desconfiaríamos da veracidade desta informação ao perguntar o que era “reply” – e pronunciou “repli”. E essa foi outra que trouxe a mãe, mas para se justificar acerca das inúmeras faltas – ela nunca vinha às segundas ou sextas, dizia estar doente, deprimida, mas o Orkut dela negava tais afirmações. A mãe foi duma falta de educação tão grande que quase pus as duas pra fora. Viu?! Falei que mãe era curriculum!!

Mentir tira a vaga de uma pessoa mais legal e mais adequada que você e nem mesmo garante um seguro desemprego, porque, meu caro, mentira tem pernas curtas e dispensar ainda no primeiro mês sai mais em conta pro patrão!!

Dizer que não sabe o que quer da vida também é dose… Ou que esse não é exatamente o emprego dos seus sonhos. Procure um emprego temporário, então. Um estágio. Quer um trabalho sério? Tente se imaginar em 5 anos. Vai estar nessa mesma empresa? Vai ter subido de cargo e/ou de salário um tanto bom?! Estará feliz?!

Se vista de segurança, seja sincero, leve o que você tem de melhor, seja simpático na medida e a vaga há de ser sua.

Obs.: se perguntarem qual sua pretensão salarial, diga. Nem sempre é um teste para saber se você quer menos do que o pretendido. Muitas vezes, é só para saber se o que será oferecido atende à pessoa. Porque eu contrataria para um cargo que paga R$ 1.000,00 uma pessoa que pretende ganhar R$ 2.500,00? Mas, se seu valor for negociável, deixe claro, também.

Vegando

 Ser vegano, para mim, é impossível. Curar uma verminose é eliminar muitas vidas. E não curar mata você e os vermes. É o típico “se correr o bicho pega, se ficar  bicho come”. Na dúvida, atiro me escolho.

Até morrer prejudica o meio ambiente. Somos um poço de toxinas. Mortos e cremados, poluímos o ar. Mortos e enterrados, poluímos os lençóis freáticos ou coisa pior: ficaremos embalsamados e seremos como as sacolinhas: eternamente poluentes. Se um urso te come – saída digna -, vai lá alguém matar o urso para recuperar seus restos mortais. Sad but true

Fui dar uma lida nos produtos que usam matéria-prima animal. Porque, como bem me lembrou a Rafaela, nos comentários, não adianta correr de quem testa e cair em quem usa. E há alguns usos que, ok, se você come carne e o animal já foi morto mesmo… Já virou comida, sapato, bolsa… Por que não usar tudo? É o caso do tutano de boi ou da gelatina. Para quem não sabe, a gelatina é uma “proteína obtida de pele, tendões, ligamentos e/ou ossos fervidos com água”. Colocam sabor artificial morango e a gente nem percebe que foi bicho. Mas há algumas barbaridades.

Álcool Cetílico (Cetyl Alcohol)
Cera encontrada no esperma de baleias e golfinhos.

Almíscar  (Óleo de Civet ou Musk Oil)
Secreção seca obtida dolorosamente dos órgãos genitais do cervo almiscareiro, castor, rato silvestre e outros. Gatos selvagens são capturados e mantido em gaiolas em condições horríveis e são chicoteados ao redor dos genitais para produzir o odor. Castores são pegos em armadilhas, cervos são caçados com tiros. Usado na fabricação de perfumes.

Ambergris
Dos intestinos de baleias. Usado como um fixador em perfumes ou como realçador de sabor em produtos alimentícios ou bebidas.

Aminoácido da Seda
“Para a produção da seda o casulo é fervido com a larva dentro. O pobre animal se contorce quando é submetido a essa morte dolorosa.” Discordo da descrição: bichos da seda não sentem dor. Mas é cruel e desnecessário, mesmo assim.

Esqualeno (Squalene)
Óleo de fígado de tubarão. Usado em hidratantes, tinta de cabelo, etc.

Óleo de Castor
Castores tem duas glândulas anais, com a forma de bolsas ou sacos, e suas paredes internas secretam uma substância de consistência oleosa, usada como fixador em perfumes e incensos – “não os indianos”, segundo o marido.

São atos de crueldade e mortes descabidas, por muito pouco. Então, vamos ficar de olho nos rótulos para evitar usar produtos oriundos da crueldade? Pode ser? Já é alguma coisa.

Mas se você, assim como a Rafaela, quer mais, consulte o Guia Vegano. Eles juram que dá para viver e deixar viver. Eu não acredito muito, mas fé não é meu forte… Se é o seu, boa sorte!!

Fonte: Pea

Keyfrases – Pi responde VI

Os keyfrases já foram mais divertidos. Hoje em dia, o pessoal só procura por gente pelada. Mas deu para pescar umas coisinhas, esses dias. Vamos, então, às perguntas que mais afligem aos internautas que chegam inadvertidamente ao Pitacos? Vamos!!

como fazer um corte de cabelo bem bonito para uma pessoa de mais idade – com tesoura. Ou com agulha e tinta!

• mulheres com botox de mais no rosto deformado – Lindsay Lohan é o mais recente caso extremo de mau uso de Botox e outros preenchimentos. Saca só o rostinho de, pasmem, 25 anos!!

Mulheres por favor, não façam isso!! É feio. É estúpido. E eu não quero ver!!

• bocetinha – não sei o que a pessoa quis dizer com isso, mas acho que tenho a imagem certa para essa keyfrase!

Docinhos para quase todas as preferências.

• sardas na perna – Lindsay aparece novamente só para que eu possa lamentar o quanto essa menina já foi deslumbrante. Ela me fez ter orgulho demais de ser ruiva, branquela, sardenta. Hoje, ela é uma velha deformada, com dentes de porcelana, porque a metanfetamina destruiu os de verdade, com cabelo de idosa fogosa e pele alaranjada… Que desperdício!

Era muita perfeição. A moça não sustentou…

• como colar lambe lambe - nunca colei, mas acredito que seja com cola de Maizena:

2 litros de água
2 colheres (sopa) de Maizena
1 tampinha de soda cáustica

Tem o vídeo do preparo aqui.

Daí, você pega uma vassoura e molha na cola. Passa no local a ser aplicado o lambe-lambe. Aplica os papéis e alisa com a vassoura molhada de cola.

• receita de bolo sem farinha e sem coco – bolo sem farinha é fácil, mas fiz com coco, como manda a receita. Dá para fazer com castanhas no lugar do coco. Só triturá-las até fazer uma farinha – nem precisa ser muito fina – e colocar na mesma quantidade do coco.

• noivas de melissa – O Plastic Fantastic se dedica praticamente a isso. Há várias noivas melisseiras por lá.

• gordinhas de saruel combina – saruel não combina com ninguém. Eta coisa feia. Mas, se a moça gosta e sustenta, porque não? A Sakina taí para provar que não existe essa de “não pode porque é gorda”.

• casamento sem banda – é preferível um DJ bom e versátil a uma banda tosca, com dançarinas horrorosas, trocas de roupas ridículas, vocalistas desafinados e/ou bêbados e repertório ruim com inglês assassinado. Um dos casamentos mais chiques que já fui – do tipo que serve caviar – não havia banda. Agradeci.

• angela bismarchi pelada – difícil é achá-a vestida, né?!

• fumantes sexys – não existe isso desde 1960. Fumantes são fedidos e fedor não é sexy.

• bolsa raquel trevisi onde comprar - não compra. A Raquel se meteu em alguma furada e não produz mais bolsas, infelizmente…

Em 2010, ela escreveu:

“Eu tinha uma fábrica, fechei em Janeiro e comecei um processo de fabricação na China. Cheguei de lá faz uns dois meses mais ou menos com o acerto de que em menos de um mês o mostruário estaria aqui comigo, em mãos. Por mais que eu amo o que eu faço, amo minhas criações, amo saber que vocês gostam… enfim, da mesma forma que eu acreditei que estaria aqui em duas semanas e já são dois meses e nada, pode acontecer de eles prometerem (isso se ficar pronto o mostruário) ficar pronta a produção em três meses, e daqui um ano nada de bolsas.

Então, antes que me perguntem novamente sobre o shop online, loja, onde encontrar… a resposta: Por enquanto, realmente não teremos venda, não se encontra em lugar nenhum as bolsas Raquel Trevisi.

(…) não sei te dar uma resposta precisa sobre a produção. Pode ser que eu volte em 6 meses, em um ano, ou …. Sinceramente eu não sei! Isso tudo esta dependendo de várias negociações e eu não quero deixar ninguém na expectativa e no final das contas nada acontecer.”

E até hoje não voltou…

• cabelo azul – eu conheço a tinta Manic Panic. Tem-se que descolorir o cabelo antes de aplicar e ela sai com as lavagens. Mas é boazinha.

• chances de produto ser taxado – já fiz alguns posts sobre isso, mas como aprendi mais com a experiência, vamos lá. Para evitar – “evitar” é a palavra, porque, se der na sapituca da Receita Polícia Federal, não há dica que seja infalível – ser taxado:

    1. Compre menos de 50 dólares. Esse valor inclui o frete.
    2. Mesmo que seja presente, e esteja sendo enviado por um amigo, pessoa física, a regra dos 50 dólares está valendo. Meu amigo foi taxado num presente e desistiu de recebê-lo.
    3. Envios feitos por Fedex e UPS serão taxados em (quase) 100% dos casos.
    4. Se a Receita Federal cismar que o valor está subfaturado, ela procurará seu produto na Internet e dará o valor que ela considerar mais conveniente – não, para você. Aconteceu com meus óculos Ray Ban que comprei numa promoção e paguei imposto de preço cheio. Sim, eles são sacanas.
    5. De qualquer forma, considere SEMPRE que poderá ser taxada, independente do valor da compra, e verifique se está disposta a pagar até 80% a mais para ter seu produto. Se não estiver, não compre. A loja não devolve sua grana e o Estado poderá leiloar seu produto por um preço irrisório.
    6. Para saber mais, clique aqui.

 

• mulher do suvaco peludo – tem quem goste:



• voilette onde comprar - tanta gente querendo saber e eu não tenho nenhuma referência atual, a não ser Etsy – e nenhum ali valeu a pena. Se você trabalha com voilettes e quiser deixar seu contato, por favor! Muita gente mesmo passa aqui em busca de um…

• photoshop antes e depois – campeão absoluto de buscas!! E, para o prazer de vocês, darei mais uma palhinha, apesar de já ter indicado links ótimos, anteriormente:

Credibilidade

Eu ainda estou de mimimi com as blogueiras, mas daqui a pouco passa. E daqui a menos ainda faço 38.

Apesar das ruguinhas, pés de galinha, flacidezes, cabelos brancos, indisposições, preguiça, dor nas juntas e todas essas coisas características de gente velha, no dia-a-dia, eu me visto como um rapazinho “metaleiro”. Tênis All Star, jeans surrados com mais de década de uso, camisetas podrinhas velhinhas, desbotadas e, algumas, furadinhas. Não penteio cabelo. Não passo nem um rímel.

Eu sei que prometi me arrumar, me maquiar, me cuidar… Mas, para ser bem sincera, isso tudo me incomoda mais do que as marcas do tempo e do descuido. Eu gosto de dormir. De conforto. Eu gosto de pijama e pantufa. Arrasto minhas Havaianas por aí. Esfrego os olhos quando a lente me incomoda. E sempre estive Piovanizando pra quem acha que eu deveria me arrumar mais – alô, vovó!!

Mas, aí, vem chegando os 38 e começo a pensar: “pelo menos poderia dar um jeito nessas roupas, né?!” E foi aí que descobri a Asos. De fato, já conhecia, mas tinha referências ruins. Mas a Tamy, que já não curto muito há um tempão, mas em quem ainda acredito quando dá dicas não remuneradas, falou que a Asos estava com frete grátis e restreável!! Amei!

As dicas foram tão boas que comprei dois cintinhos e uma calça de lixeiro/entregador de gás chique. Como você está careca de saber que fotos, aqui, são manga de colete – leu? Velhice!! – peguei as fotos do site, mesmo.

Saca só:

Custou 2.69 dólares. Tamanho 20/22

Custou 5.37 dólares. Tamanho 24/26

Custou 21.49 dólares. Tamanho UK 10.

Comprei no dia 20/02. Chegou hoje!!!

A calça vestiu bem e, apesar de não fazer meu estilo, gostei. Odeio pregas, mas gostei das pernas largas. Vai precisar de uma pence na cintura, mas a medida é aquilo mesmo que estava no site.

Os cintos, sei lá… Os tamanhos são tão estranhos. Fiquei em dúvida se o objetivo era dar duas voltas na cintura. Se for, faltou pouco. Se não, sobrou muito! Mas é só mandar fazer os furos nos devidos lugares que ficam bons. Pelo preço…

Eu queria uns vestidos e uma bolsa de gatos que vi por lá – que já até se esgotou -, mas me mantive abaixo dos 50 dólares para não arriscar. E valeu a pena. E agradeço à Tamy pela dica de compra, pois eu tinha medo, antes. Credibilidade é um negócio que eu valorizo. As blogueiras deveriam valorizar, também.

P.S.: esqueci de falar que o rastreio é supimpa!

Keyfrases – Pi responde V

Fui dar uma espiada nos keyfrases do blog e a pergunta que não quer calar é se estria tem tratamanto. Conheço alguns, não confio em nenhum. Inclusive, porque, se estria tivesse algum tratamento realmente eficiente, Kim Kardashian e outras famosas/lindas/milionárias/estrelas de Hollywood não teriam, mas elas tem.

Eu, estriada desde os 14, fiz um tratamento a base de ácido retinóico há um tempão. Parei no caminho. O ácido deixava a pele sensível e coçava tanto que era bem capaz deu arrebentar mais umas estrias com as unhas antes de conseguir algum resultado positivo. Desisti e resolvi viver em paz com elas. Não que seja fácil, é uma coisa feio mesmo, mas é o melhor a se fazer…

Agora, falando seriíssimo! Não é na Internet que a gente encontra a cura para as doenças ou solução para problemas de saúde em geral. Sei que os médicos andam meio mal vistos e que consulta é caro, mas ficar realmente doente é mais caro ainda. Se o problema é de pele, seja estria, acne ou impinge, procure um dermatologista em vez de sair por aí em busca de soluções baratas ou milagrosas. Esteticistas não tem formação médica e, saiba você ou não, pele é o maior órgão do nosso corpo e não se brinca com os órgãos, ainda mais deste tamanho, hein?!

No mesmo tópico: quer lixar seus dentes, procure um dentista.

Sobre as outras buscas que descambam aqui:

• Há muita gente procurando por alguma subcelebridade pelada na web, mas não vai encontrar aqui, tá? Busque novamente.

• Excessos do Photoshop: procure por “Photoshop erros” ou “erros photoshop famosos” no Google que vai encontrar um monte. Tem cada coisa bizarra…

• Esmaltes: há bons sites esmaltísticos. O Unha Bonita era o que eu frequentava quando ainda tinha interesse pelo assunto. É bem completo e dá várias dicas de misturinhas e de onde comprar. Sobre unhas decoradas, há o Apaixonadas Por Konad.

• Lush não é mais vendido no Brasil. Faz tempo.

• Impressora de unha: eu tenho uma, da Barbie, que nunca saiu da caixa. Nem sei se é boa, se funciona direitinho, etc. A da Brazilian Nail eu nunca usei nem conheço quem a tenha. Achei legal a ideia, para quem gosta, e postei aqui no blog, mas não vendo e não tenho nada com isso.

• O negócio são receitas? Tem o Tudo Gostoso, o Pam B, o Gordelícias e, para quem sabe inglês e não tem medo de engordar, Receitas de Nigella. Todos ótimo!

• Dicas sobre arrumações? Neste link tem algumas boas.

• Dicas de moda não são comigo. Mas o Look do Dia do Dia e o Oficina de Estilo dão ótimas dicas para absorver a moda e os modismos sem fazer feio. O primeiro avalia os tais “Looks do Dia” com olhar crítico e o segundo é um site de especialistas em moda, mesmo. Coisa de quem entende de fato.

Espero ter ajudado!

 

Regina Duarte

“Eu tenho medo…”

Quando eu fiz a enquete do que é pior para uma mulher: ser burra, ser feia, ser gorda, ser chata ou ser encalhada, ganhou o “ser burra” e discordei geral. Meu argumento: as pessoas burras não sabem que são burras. Assim como, muitas vezes, as pessoas ignorantes ignoram o fato.

A Internet tem me botado medo. Tenho agradecido muito a baixa frequência de visitas e de comentários no Pitacos. Eu não saberia lidar com as pessoas com as quais tenho “topado” em alguns sites. E até aqui. Uma mocinha leu o título e a primeira linha do post sobre a Gretchen e começou a me xingar! Ela nem leu o texto, curtíssimo. Ficou no título e subtítulo e deduziu TUDO! Ok, fiz de propósito, mas, né?! Me decepcionem, poha!

Outro exemplo: eu adoro gatos, mas entendo piadas e sei rir delas. Não acredito que este tipo de piada faça com que pessoas de má índole maltratem gatos – elas maltratam, porque tem má índole, oras. Mas uma “dona” acredita que sim, que o preconceito contra gatos é gerado por piadas e comentários maldosos. Por isso, ela escreveu um longo e-mail expondo o ponto de vista dela. Ok, nada contra, mas, sério, não foi desnecessário, tendo em vista o teor das piadas? O Corvo Assassino, apesar do nome, não incita à violência contra gatos, ursos, macacos ou humanos. Vamos deixar para reclamar de coisas mais relevantes, vamos? O clichê de dona de gatos louca já deu, né?!

Ignorar normas de boa educação, respeito ao próximo e ao trabalho dele é, sim, ignorância, além de falta de educação e imbecilidade. Exemplos desse tipo de comportamento eu leio sempre em Di Vasca, Meus Nervos e Manual Prático, sites que contam os apuros de cada qual na sua profissão e que me fizeram até parar de reclamar da minha e do povo a minha volta. Não, não estou cercada por pessoas melhores que as citadas nesses sites, mas eles expõem melhor do que eu as agruras, de forma cômica e debochada. Eu só esperneio. De qualquer forma, eu preferiria que as pessoas tivessem mais noção a ter a possibilidade de ler os “causos” engraçados desses sites. Abriria mão do riso por um mundo melhor!! Eta, eu!!

Reclamar à toa, sem saber do quê, só pelo prazer de causar desprazer, é outra coisa bem comum. Um carinha reclamou que a HQzinha perfeita que o Fábio Coala produziu e postou era chata, porque não tinha graça. Mas, hein?!

Clique e veja se precisa ser engraçado

Um outro, reclamou, aqui no meu blog, que eu uso pontos demais!!!!

Mas nem sempre é o leitor/freguês/cliente/espectador que é o ignorante. A ignorância também figura muito do lado do “postador de opinião”.

O Blogueira Shame, para mim, é exemplo disso. Acho o blog desnecessário, cruel, agressivo e impositivo. Ok, blogueiras de moda andam muito chatas. Ok, muita gente comente erros terríveis de gramática e digitação. E, ok, também, há umas estéticas bem sem noção rolando por aí. Mas não precisa escrachar. Tem gente que aponta, ri e não me constrange, então, é possível criticar sem machucar. E nem o substítulo do blog funciona: “Quem não pode atacar o argumento ataca o argumentador.” Sim, mas ela não argumenta, ataca somente. E muito me impressionou saber que a blogueira é uma senhora de 36 anos. Tenho quase 38 e, por experiência pessoal, nessa idade somos menos cruéis e apontadoras de dedo que na adolescência.

Ah, kidults… Achei que era só uma fase…

Outros casos de postagens ignorantes estão no FB. Credo! Quem são esses que vivem fazendo “artezinha” para “compartilhar”. Eles querem ser formadores de opinião? Mas, né?! Fundamentem a opinião. Usar de bobagens e um monte de lugar-comum como argumento para qualquer questão, desvaloriza total a tal questão:

Então, vejamos… O Kim Schmitz roubou e compartilhou propriedades intelectuais a torto e a direito, visando lucro pessoal (só em 2010, ele teria ganhado 42 milhões de dólares, graças às suas atividades na Internet, segundo as autoridades americanas), ou seja, é um bruto dum ladrão que cometeu crimes internacionais. Nós, que adoramos falar que o outro é corrupto, mas gostamos de sentar no rabo e fingir que baixar filmes e músicas na Internet, de forma ilegal, é legal, adoramos o cara e fingimos que ele estava distribuindo cultura. Um Robin Hood de nossos tempos! E ele foi preso. Tadinho…

Mas, não, Kim não é um tadinho nem só ladrão. Ele é um cara com uma ficha corrida e tanto…

Já o Miguel Carcaño foi condenado a 20 anos de prisão, pelo estupro e homicídio de Marta del Castillo, uma jovem sevilhana de 17 anos, que desapareceu em 2009, e cujo corpo nunca foi encontrado. Terrível, isso. Só 20 anos?!

É triste pensar que o estupro e morte de uma garota condena, na Espanha, ao assassino e estuprador, a uma pena menor do que a que um alemão, ladrão, pode pegar? É. Mas um é alho e o outro é bugalho. São crimes diferentes, cometidos sob leis diferente e não há muito como comparar uma coisa à outra. Se Miguel merecia uma pena maior não quer dizer que Schmitz mereça uma menor. Ponto.

Na mesma linha:

Por que eu não compartilho isso no meu FB? Porque é bobagem. Não é a memória nem a opinião do povo quem deve julgar um assassino. Para isso, há leis. E são elas, e não a nossa vontade, que regem o tempo de pena e os abonos. Se não concordamos com as leis, aí, já é outra história. Acredito que, primeiramente, deveríamos tentar conhecê-las, entendê-las e, se mesmo assim, não concordarmos com elas, deveríamos nos mobilizar e utilizar os caminhos disponíveis para tentar mudá-las. E o FB não é esse caminho, mas o voto é…

Outra delícia:

Ã-hã… Vamos, sim, ficar um dia sem Globo. Amanhã, a gente tudo compra os jornais para ver o que perdeu…

Estou sem Globo há uns 4 anos e não deixo de saber das bobagens que ocorrem na rede do seu Roberto por causa disso… Não faz diferença para eles nem para mim.

E teve uma campanha dessas sobre o “Mulheres Ricas”, que não achei mais – meu amigo que compartilhou ficou com vergonha do meu comentário e tirou o banner… Pena…

Nele, comparava-se as moçoilas com esta criança e diziam para protestarmos contra o programa para tirá-lo do ar. Porque, enquanto elas esbanjavam, a criança morria de fome.

É óbvio que o fim do programa acaba, imediatamente, com a miséria. A Val vai deixar de tomar champagne para alimentar a criancinha da foto e o mundo ficará lindo!! Sei.

Ademais, sem essa de censura! Assiste a “Mulheres Ricas”, “BBB”, “Zorra Total” ou a qualquer bobagem que seja quem quiser – pois mais vale um gosto que um caminhão de abóbora. Como a pessoa assimila as informações que recebe desses programas, não há como os formadores de opinião controlar/impor. Cada um é cada um. Claro que acredito que alguns programas de televisão servem somente para legitimar o escárnio e a estupidez e que a desigualdade social no Brasil é cruel. Mas também me é claro que não assistir à programação da Globo no dia 25 ou banir “Mulheres Ricas” da TV não vai mudar nada. Países mais cultos e mais civilizados do que o nosso produzem este tipo de lixo, também… As pessoas gostam, dá lucro, é a lei de mercado…

São essas “campanhas compartilhem pataquadas” e outras, no mesmo tom, que nivelam o entendimento geral sobre as coisas por baixo. São bobagens como essas que legitimam, aos olhos dos outros, as invasões criminosas do MST, a ocupação da USP pelos playboys maconheiros e o levante de hoje contra o Kassab, por exemplo. A opinião pública, massivamente manipulada por redes sociais – e não mais por veículos de comunicação – começa a achar que nós, o povo, somos a lei. Nossa opinião é a que vale. Se você não pensa como nós, nós te odiaremos e você irá nos pagar por isso! Seja porque você apoia a ação da polícia contra invasores de terra, seja porque você gosta de Restart!

E é assim que confirmo: a burrice e a ignorância não são ruins para os burros e ignorantes, mas para os inteligentes e cultos que não são amorais a ponto de explorar a falha do outro em proveito próprio ou que, simplesmente, são obrigados a conviver com essa cruel diferença, num país em que ela é a maioria e, portanto, são os burros e ignorantes quem definem quem nos governa.

E como eu tenho medo de burrice, aconselho – gratuitamente – que, disso tudo, tiremos, ao menos, duas lições:

1. Vamos treinar a tolerância, o respeito, a educação, o bom senso. Sei que custa, mas não dói. Vamos nos policiar. Na maioria da vezes, ninguém quer saber nossa opinião sobre as coisas, então, se quisermos dá-la, mesmo assim, não a imponhamos. Vamos com calma, racionalizemos os argumentos e, se não soarem bem em nossa cabeça, que desistamos de opinar. Ofender, chatear, humilhar, não, né?! Seguremos a onda, minha gente!!

2. Aquele troço que parece chiclete mastigado que temos dentro da cabeça não é de fazer bola de ar. O nome dele é cérebro e tem que ser usado para o bem. Não se deixe ludibriar por imagens aparentemente interessantes ou textos entre aspas. Geralmente, são bobagens e sofismas. Pense, bote suas engrenagens cerebrais para funcionar, pesquise, leia livros bons, entenda as coisas e forme opiniões coerentes. Celebremos essa força incrível que é o raciocínio e usemo-nos sem moderação!! Vamos evoluir, moçada, porque o ser humano hoje é tudo, menos um animal racional.

P.S.: o título do post é uma referência a esta tirinha, aqui.