RSS Feed

Categoria: ‘música/vídeo’

  1. Ideias

    2 de novembro de 2013

    “Ideias podem ser revistas, mudadas, atualizadas. Ideias evoluem, e evoluímos com elas. Não precisamos ter laços emocionais com ideias. Mudar ou abrir mão de crenças pode ser difícil. Não colecione crenças. Não acredite em nada. Mas procure entender tanto quanto puder. Construa e atualize ideias.”

    Se a legenda não se ativar sozinha, ative-a na barra inferior do vídeo.


  2. OMfuckingG!!

    30 de agosto de 2013

    Oh… My… Gosh!!!

    Aaron Nordstrom is my BFF!! Not really. He only accepts me as his friend in Facebook. Ok, no big shit happened, but I’m so glad anyway!!

    Yeah… I know I’m really old to be a fan, but this guy is awesome!! Gemini Syndrome is awesome. The Synners are awesome!! Life is good!

    Screen Shot 2013-08-30 at 13.10.37


  3. It’s my party

    23 de agosto de 2013

    Sim, sou dessas que passam dias sem escrever uma linha e, quando resolvem aparecer, saem três posts de uma vez. Mas, como dizia a Lesley Gore, “It’s my party”.

    Este post, de fato, serve apenas para dar esperanças, para contrapor às pessoas insuportáveis do mundo! Há pessoas boas, bacanas, lindas e chuchuzinhas!! Pessoas para as quais se pode prometer amor eterno! E elas também frequentam redes sociais!

    Estava eu vagando pelo Synner Circle of Friends, uma página sobre o Gemini Syndrome, vendo figurinhas, quando começaram a comentar as músicas do novo disco da banda. Choraminguei que eu queria muito o EP de 2011. Então, o supersimpático Ryan McKenna me ofereceu mandar as músicas por e-mail. Pirata? Não! O pessoal da banda fez o EP independentemente e vendeu aos montes. Depois que assinaram com gravadora, não se acha mais o bendito. Daí que o disco sai dia 10/09 – e eu já comprei o meu!!! – e não haverá duas músicas do EP nele. Sem contar que as versões são diferentes – porque gravadora adora dar pitacos nas coisas. Pois é, a banda autoriza a divulgação desse material e ele foi fofíssimo em disponibilizá-lo para mim! “Não custava nada”, você pode argumentar. Mas quantas coisas que não lhe custam nada e você se recusa a fazer?

    Fiquei tão imensamente feliz que nem estou ligando para a enxaqueca galopante que me assola o lado esquerdo do cérebro. Tão feliz que vim aqui compartilhar felicidade! Tão feliz, mas tão feliz que… Nem sei.

    P.S.: mas sei é que a imensa maioria de frequentadores do blog ou de aventureiros que passam por aqui não está nem aí para Gemini Syndrome. Mas, “it’s my party” e eu estou imensamente apaixonada pela banda. Adoro as letras, adoro as vozes, adoro os integrantes, adoro a sonoridade, adoro as referências musicais deles – Tool!! Opeth!! -, adoro o bom-mocismo do Aaron. Adoro a mãe dele! Acho tudo bom, estou gostando de tudo. E, com certeza, eles aparecerão aqui algumas vezes, em meio aos meus faniquitos de pré-adolescente de 40 anos.


  4. Gemini Syndrome

    12 de agosto de 2013

    Marido disse que eu redescobri música com o Deezer. Na verdade, eu redescobri música com o System of a Down, que, via Facebook, indicou a banda Gemini Syndrome. Foi amor à primeira audição, à primeira vista, ao primeiro clipe. O vocalista é albino, lindo de viver. Um anjo caído. Que voz! Deezer só veio depois e, basicamente, porque eu precisava de Gemini Syndrome em doses cavalares.

    Passei um domingo inteiro ouvindo Stardust. Inteiro. Em looping eterno. E não me cansei, não enjoei da música. Ao contrário, quero mais! Quero clipe! Quero MP3, CD, blu-ray, DVD do show, quero show, poster e camiseta!

    gemini

    “Look at the wake, from the stardust pouring from your eyes.
    It’s no mistake, you are perfect. You are perfect in my mind.
    And you won’t fade away.”


  5. Problema.

    22 de março de 2013

    Acabei vendo o clipe da Taylor por puro acaso, graças a um meme que troca partes dos clipes por uma cabra berrando. Fiquei curiosa e fui ver o clipe original. Que coisa… Rolar empatia com Taylorzinha nunca me pareceu ser possível.

    Talvez seja, de alguma forma, reconfortante saber que Taylor Swift, linda, loura, magra, rica e famosa, também come o pão que o diabo amassou com alguns carinhas. Ou, talvez, seja ainda mais perturbador.

    Mas mais perturbador ainda é saber que, um belo dia, você vai estar carente e sozinha - ou muito de bem com a vida e cercada de amigas – e um carinha pintoso, descolado, interessante, gostosinho vai mexer com você. Você vai resistir por 5 minutos e, quando perceber, sua vida vai estar de cabeça pra baixo.

    Ele vai lhe tratar feito lixo na frente das pessoas, vai lhe largar para trás, muita vezes, mas vai ser uma ternura só quando vocês estiverem sozinhos. E ele é bom, beija bem, conversa sobre assuntos variados, é inteligente, sabe fazer você se sentir especial – quando é do interesse dele. Você vai encontrar inúmeras justificativas para o comportamento escroto dele. Vai até dizer que a culpa é sua! Você vai acreditar piamente que ele se importa e que você tem muita sorte de estar com ele. Você vai fantasiar que ele vai mudar. Por você.

    Eventualmente, ele muda, mas nunca é por você, nunca em relação ao que você significa para ele. Porque, sua tola, você é apenas um passa-tempo. Uma bonitinha que ele consegue manipular facilmente, por mais inteligente e segura que você tenha sido até ele chegar na sua vida. Ele não lhe respeita e nem vai começar a lhe respeitar. Não vai.

    Sorte sua se ele for embora rapidamente, se lhe trocar por outra, se sumir sem justificativas. Sorte sua se ele sair da sua vida enquanto ainda dá para colar os cacos da sua auto-estima, enquanto você ainda tem como voltar a ser quem era. E, mesmo assim, a recuperação vai ser dura. Você vai rememorar cada dia, cada segundo com ele, tentando entender o que aconteceu, porquê ele foi embora. Vai sair perguntando às pessoas o que elas acham, vai acabar escrevendo poemas sobre “este amor”, vai fazer besteiras, vai rejeitar os caras realmente bacanas e que gostam de você de verdade - porque não são ele.

    Se tiver o azar de reencontrá-lo, vai receber as atenções dele, novamente. Ele não quer que você o esqueça. Ele vai ser simpático, muito legal. E vai lhe fazer recair. Corra disso! Corra por sua vida! Corra! Porque, um dia, 20 anos depois, você se pega pensando nele e, de repente, uma lágrima sem vergonha lhe escapa. Triste…

    Há meninos que são vampiros das nossas emoções. Isso não é romântico, é doentio. Se identificar um deles a tempo - ah, nunca dá… - fuja!

    E, menina, se você nunca passou por isso, lhe invejo até os ossos. Se já passou, não sinta saudades, não busque sentir isso novamente. É fria. Taylor tem toda razão: a pior parte não é perder o cara, é se perder e, isto, nem sempre tem volta.

     


  6. Correlações

    3 de fevereiro de 2013

    Isto:

    62904_527808973916490_1361204509_nEu sonho com um mundo melhor, onde galinhas possam atravessar uma estrada
    sem que seus motivos sejam questionados.

    Com isto:

    VivaIntensamente-CachorroNaIgreja

    E este:

    1979

    Com este:

    Pra quem não entendeu a letra da música, tradução (tosca) aqui.

     


  7. Try…

    29 de junho de 2012


  8. Dor de cotovelo

    10 de junho de 2012

    Na verdade, minha coluna travou. Estou com muita dor nas costas. E resolvi assistir a uns clipezinhos para ver se melhora, pelo menos, a alma…

    Esgotei Shinedown – amo! Morri de saudade da Vaca com System of a Down. Caí no “Broken”, com Amy Lee + Seether.

    Amo a música, o clipe é lindo! Mas a Amy Lee conseguiu me esgotar com a eterna dor de cotovelo que veio em seguida. Sério. O cara te dá o pé na bunda, dói horrores, você fica tristona, chora, faz uma música. Uma música. UMA!!! Não um disco todo! Não uma carreira inteira – né, Adele?! Choramingação de mulher cansa. Primeiro, a gente até se identifica. Depois, fica de saco cheio e cheia de vergonha.

    Nunca mais tive vontade de ouvir Evanescence, desde o fim do romance dela com o Shaun Morgan, mas sempre ouço Seether…


  9. Citizen Cope

    16 de março de 2012

    Faz tempo que não posto videozinhos. E como o ECAD agora deixa – #caranapoeira -, vamos a Citizen Cope. Esse cara é bom!

    A letra é MUITO bacana. Pra quem não sabe inglês – gente, gente… -, tem tradução aqui.


  10. Keyfrases – Pi responde VI

    4 de março de 2012

    Os keyfrases já foram mais divertidos. Hoje em dia, o pessoal só procura por gente pelada. Mas deu para pescar umas coisinhas, esses dias. Vamos, então, às perguntas que mais afligem aos internautas que chegam inadvertidamente ao Pitacos? Vamos!!

    como fazer um corte de cabelo bem bonito para uma pessoa de mais idade – com tesoura. Ou com agulha e tinta!

    • mulheres com botox de mais no rosto deformado – Lindsay Lohan é o mais recente caso extremo de mau uso de Botox e outros preenchimentos. Saca só o rostinho de, pasmem, 25 anos!!

    Mulheres por favor, não façam isso!! É feio. É estúpido. E eu não quero ver!!

    • bocetinha – não sei o que a pessoa quis dizer com isso, mas acho que tenho a imagem certa para essa keyfrase!

    Docinhos para quase todas as preferências.

    • sardas na perna – Lindsay aparece novamente só para que eu possa lamentar o quanto essa menina já foi deslumbrante. Ela me fez ter orgulho demais de ser ruiva, branquela, sardenta. Hoje, ela é uma velha deformada, com dentes de porcelana, porque a metanfetamina destruiu os de verdade, com cabelo de idosa fogosa e pele alaranjada… Que desperdício!

    Era muita perfeição. A moça não sustentou…

    • como colar lambe lambe - nunca colei, mas acredito que seja com cola de Maizena:

    2 litros de água
    2 colheres (sopa) de Maizena
    1 tampinha de soda cáustica

    Tem o vídeo do preparo aqui.

    Daí, você pega uma vassoura e molha na cola. Passa no local a ser aplicado o lambe-lambe. Aplica os papéis e alisa com a vassoura molhada de cola.

    • receita de bolo sem farinha e sem coco – bolo sem farinha é fácil, mas fiz com coco, como manda a receita. Dá para fazer com castanhas no lugar do coco. Só triturá-las até fazer uma farinha – nem precisa ser muito fina – e colocar na mesma quantidade do coco.

    • noivas de melissa – O Plastic Fantastic se dedica praticamente a isso. Há várias noivas melisseiras por lá.

    • gordinhas de saruel combina – saruel não combina com ninguém. Eta coisa feia. Mas, se a moça gosta e sustenta, porque não? A Sakina taí para provar que não existe essa de “não pode porque é gorda”.

    • casamento sem banda – é preferível um DJ bom e versátil a uma banda tosca, com dançarinas horrorosas, trocas de roupas ridículas, vocalistas desafinados e/ou bêbados e repertório ruim com inglês assassinado. Um dos casamentos mais chiques que já fui – do tipo que serve caviar – não havia banda. Agradeci.

    • angela bismarchi pelada – difícil é achá-a vestida, né?!

    • fumantes sexys – não existe isso desde 1960. Fumantes são fedidos e fedor não é sexy.

    • bolsa raquel trevisi onde comprar - não compra. A Raquel se meteu em alguma furada e não produz mais bolsas, infelizmente…

    Em 2010, ela escreveu:

    “Eu tinha uma fábrica, fechei em Janeiro e comecei um processo de fabricação na China. Cheguei de lá faz uns dois meses mais ou menos com o acerto de que em menos de um mês o mostruário estaria aqui comigo, em mãos. Por mais que eu amo o que eu faço, amo minhas criações, amo saber que vocês gostam… enfim, da mesma forma que eu acreditei que estaria aqui em duas semanas e já são dois meses e nada, pode acontecer de eles prometerem (isso se ficar pronto o mostruário) ficar pronta a produção em três meses, e daqui um ano nada de bolsas.

    Então, antes que me perguntem novamente sobre o shop online, loja, onde encontrar… a resposta: Por enquanto, realmente não teremos venda, não se encontra em lugar nenhum as bolsas Raquel Trevisi.

    (…) não sei te dar uma resposta precisa sobre a produção. Pode ser que eu volte em 6 meses, em um ano, ou …. Sinceramente eu não sei! Isso tudo esta dependendo de várias negociações e eu não quero deixar ninguém na expectativa e no final das contas nada acontecer.”

    E até hoje não voltou…

    • cabelo azul – eu conheço a tinta Manic Panic. Tem-se que descolorir o cabelo antes de aplicar e ela sai com as lavagens. Mas é boazinha.

    • chances de produto ser taxado – já fiz alguns posts sobre isso, mas como aprendi mais com a experiência, vamos lá. Para evitar – “evitar” é a palavra, porque, se der na sapituca da Receita Polícia Federal, não há dica que seja infalível – ser taxado:

      1. Compre menos de 50 dólares. Esse valor inclui o frete.
      2. Mesmo que seja presente, e esteja sendo enviado por um amigo, pessoa física, a regra dos 50 dólares está valendo. Meu amigo foi taxado num presente e desistiu de recebê-lo.
      3. Envios feitos por Fedex e UPS serão taxados em (quase) 100% dos casos.
      4. Se a Receita Federal cismar que o valor está subfaturado, ela procurará seu produto na Internet e dará o valor que ela considerar mais conveniente – não, para você. Aconteceu com meus óculos Ray Ban que comprei numa promoção e paguei imposto de preço cheio. Sim, eles são sacanas.
      5. De qualquer forma, considere SEMPRE que poderá ser taxada, independente do valor da compra, e verifique se está disposta a pagar até 80% a mais para ter seu produto. Se não estiver, não compre. A loja não devolve sua grana e o Estado poderá leiloar seu produto por um preço irrisório.
      6. Para saber mais, clique aqui.

     

    • mulher do suvaco peludo – tem quem goste:



    • voilette onde comprar - tanta gente querendo saber e eu não tenho nenhuma referência atual, a não ser Etsy – e nenhum ali valeu a pena. Se você trabalha com voilettes e quiser deixar seu contato, por favor! Muita gente mesmo passa aqui em busca de um…

    • photoshop antes e depois – campeão absoluto de buscas!! E, para o prazer de vocês, darei mais uma palhinha, apesar de já ter indicado links ótimos, anteriormente:


s_link('Próximo'); ?>