Querida soja #SQN

Eu juro que tentei, mas soja não desce.

Marido, que diz que apoia meu vegetarianismo, mas não faz nada além de virar os olhos, fazer piada e implicar, disse que sou péssima vegetariana, porque eu não gosto de vegetais.

vegetaisCamiseta fofa que ele comprou…

Se for seguir o lema da campanha “se ama um, porque come o outro?”, não gostar de vegetais é meio caminho andado. Se não gosto, eu como sem dó, sem culpa. Nhé… Não é bem assim. Eu tenho sério problema com cheiro e textura. Vegetais têm texturas engraçadas. Tipo, cenoura é legal. Se ralada, é menos legal. Cozida não é nada legal. Nada.

Enfim, ser vegetariana, para mim, não é fácil porque minhas opções são muito limitadas. Sem leite e derivados, a coisa fica ainda pior. Mas… Como disse alguém, em algum lugar, meu sacrifício é pequeno perto do dos animais-alimento. Então, na minha busca desenfreada por comida – porque sou uma morta de fome e um poço sem fundo -, fui desencavar sites veganos.

Achei o Casa Veg, com preços razoáveis – melhores do que dos outros sites que pesquisei – e opções. Comprei alguns itens para experimentar. O atendimento foi rápido e os produtos vieram embaladinhos e chegaram bem. Recomendo.

vegAchei alfarroba bem ok, acima da expectativa. Bala de agar caiu no quesito textura estranha e não me serve. Os cookies Mãe Terra eu já conhecia e os adoro! Ganhei chocolatinhos! Mas o que eu mais queria experimentar era a salsicha de soja. Tanto, que fiquei com medo da decepção e fui primeiro nas almôndegas. Agora, tenho medo das salsichas…

O cheiro de tofu me embrulha o estômago. Detesto. Apesar disso, dias atrás, comprei uma linguiça de tofu e foi razoável, deu para comer. O cheiro, eu abstraí. Tudo certo. Já a almôndega, mesmo sendo de soja e milho - e, não, de tofu – tem muito cheiro. Muito. Mesmo. Eu simplesmente não consegui lidar. Até experimentei. Mesma textura da linguiça do outro dia, mas o cheiro… Minha esperança é que as salsichas sejam melhores, já que salsicha de lata não vegana é quase tudo soja…

Uma pessoa comentou que os produtos Batavo de soja, da linha Naturis, são gostosos e não lembram em nada produtos de soja. Vou testar. Se não der, soja está fora da minha dieta.

Eu vou ter que me adaptar a comer verduras e aprender a fazer pratos veganos saborosos, sem imitações de carne. Por enquanto, é a única saída. Se não der, volto pra BH. Há restaurantes, lanchonetes e entregas de marmitex veganos, por lá, que me fazem salivar toda vez que postam no FB! Há esperança. Sempre.

2 motivos pelos quais eu o-d-e-i-o a lojamelissa.com.br

Eu não ia mais comprar Melissa, principalmente, online, depois deste episódioprimeiro motivo -, mas… Gostei muito da Melissima, do Karl Lagerfeld, e a quis demais. Porém… A loja que vende Melissa em Itaúna só me avisou antes de ontem que não pode comercializá-la. Daí que o modelo já esgotou na loja online na minha numeração. Solução: como a Melissa k-h para as perguntas no Facebook, resolvi recorrer ao SAC da loja!

Eu já havia recorrido quando quis comprar uma sandália chamada Solar. Perguntei se havia como me informarem o tamanho da palmilha, pois não tinha acesso ao modelo e não queria me arriscar a comprá-la na numeração errada. Resposta:

“Em atenção a sua solicitação, informamos que, segundo os padrões de medida de calçados, para você saber qual é o tamanho, em centímetros, basta multiplicar o tamanho do produto por 6,66 e dividir por 10. É o tamanho do produto em centímetros.”

Pode ser que eu seja uma toupeira e não tenha entendido a poesia do momento, mas, na boa, hein?!

Resultado: deixei pra lá e não comprei a Solar, que está encalhadinha, até hoje, na Loja Melissa.

Mas como eu queria muito a Melissima, muito mesmo, respirei fundo e tentei novamente. Segue meu e-mail:

Screen Shot 2013-06-20 at 14.36.00

 

Resposta:

Screen Shot 2013-06-20 at 14.39.13

Tentei novamente:

Screen Shot 2013-06-20 at 14.41.02

E ele respondeu:

Screen Shot 2013-06-20 at 14.42.09

Claro, eu poderia ter especificado que é a Melissima + Karl Lagerfeld. Mas, ó, só tem uma Melissima, não há este modelo com outros parceiros e, ademais, o cara trabalha no SAC da Melissa. Ele deveria, no mínimo, saber ler, escrever e saber o nome dos calçados. Ou poderia dar um Google que a encontraria facin-facin a Melissa Melissima em questão.

Agora, alegar que a Melissa nunca “produzi-o” uma “milissa” “‘Melissinha’” é pedir pra sair!!

Pois é. Agora é oficial. Não compro mais na Loja Melissa.

Novidades – em maquiagem

É, eu não sou mais afilidada a nenhuma marca, não estou vendendo espaço de publicidade no blog, não faço (nem nunca fiz) post pago e não quero induzir ninguém à compra. Mas… Eu recebi, eu gostei, não vou comprar, mas vou compartilhar!!

Lime Crime:

 

Sugarpill:

Contemplem. Desejem. Comprem se puderem/quiserem, mas lembrem-se, os Correios demoram cerca de 90 dias para entregar estas belezinhas no Brasil. Se você tiver sorte, chega bem antes. Se não, talvez nem chegue – como o colar que comprei, em abril, pro dia dos namorados. Já até reenviaram e ele nunca chegou…

Compartilhando sofrimento… Ou não.

Como eu adoro gatos, fica fácil gostar de coisas com gatos. E quando me enviam um e-mail só sobre produtos de gatos, a mina, aqui, pira… E a Airu fez o favor de me fazer pirar…

Se você se interessou e está podendo, tem muito mais aqui!

Chumigas!*

Mal coloquei as Melissas a venda e me apareceu um novo sapato para comprar. Culpa, de novo, da Chata de Galocha. Vi num post dela e quis.

Comprei no dia 24 e chegou hoje. Frete grátis, atendimento atencioso e sapatinho bem bonitinho, sem nem uma tirinha de couro sequer. Amei isso! Calça direitinho, mas não posso falar sobre conforto, porque meus pés não curtem sapatilhas. Por essa, vou me esforçar. Acredito que para pessoas normais seja um bom sapato. Acolchoadinho e tudo.

Custou R$ 59,90, aqui. Tem outras cores, além do rosa: bege, verde e azul.

* Formigas!

Uns chegam, outros se vão

E como enquanto uns nascem, outros morrem…

Cada capítulo deve chegar a um fim. Após 3,5 anos, nossos brilhantes sombras soltas, Magic Dust, serão descontinuadas. Apesar de ser um produto altamente versátil, percebemos que a maioria de vocês prefere as convenientes paletas de sombra compacta, produto no qual pretendemos focar ainda mais neste ano. Com muitos tons já acabando, esperamos que toda a gama de cores de Magic Dust esteja esgotada nos próximos 2 meses.

Compre seus favoritos com 15% OFF usando o código EXTRAMAGIC enquanto durarem os estoques (não se aplica a coleção – foto abaixo -, que já tem desconto).

Que triste…

Eu sou fã de sombra solta. Acho que são mais pigmentadas, mais brilhantes e tenho mais facilidade em usá-las, mas… Pelo visto, sou minoria nisto também. Tenho quase todas da linha e gosto muito. Quem também gosta, pode aproveitar o desconto ou começar a investir em Sugarpill, marca muito boa e vegana, também.

Les Desserts d’Antoinette

7 tons pastel inspirados nas delícias de doces da mesa de Maria Antonieta. Fórmula creme pigmentada, rica, suave e cobertura total com apenas duas camadas. Cada frasco vem com uma escova plana e ampla para o controle e aplicação perfeita. Não testados em animais.

Vão custar US$ 5.99 e o kit com todos fica em US$ 39.99. Ainda não estão à venda, mas começam a ser comercializados, pelo site, ainda neste mês!

A embalagem é fofa, assim como as cores!

Melissando…

Veja bem… Eu adoro Melissa. Mas detesto descaso.

Pouco me importa aquela bobagem de #melissafail, como já disse. Erros de estratégia são recorrentes à marca e, quer saber? Tanto faz, desde que os preços me sejam acessíveis, o acabamento bom e o produto bonito e durável.

R$ 179,00 não é uma fortuna para uma bota de cowboy, mas é meio caro para uma galocha. Mas não é uma galocha qualquer, é esta:

Linda, né?! Amei a cor, o acabamento arranhadinho, com cara de usada a valer! Perfeita!

Daí, viu outra foto no blog da marca:

Apesar da foto bem ruim, dá para ver que rola um degradê na bota. Ok, não sou fã de degradês, mas achei divertido. O tom mais escuro me agradou mais!

Deixei até comentário no blog: “As cores das flocadas são essas aí ou as da loja?! É muita diferença…” E nem tchum!

Mas, de qualquer forma, estava decidida! Era a que eu queria. Comprei!

E olha o que me chegou:

Foto ruim, também, mas é que tirei sem flash, para ser fiel à cor dela.

E a cor… Ou as cores… Cada pé num tom. E cada uma das quatro abinhas de acabamento de uma cor. Era como se não tivessem terminado o sapato e já o colocaram à venda, sabe?! Faltou tonalizar duas das coisinhas e acabar de tonalizar uma delas.

Usei essas maravilhosas fotos para enviar meu e-mail de reclamação à Melissa. Questionei exatamente o acabamento do sapato. E olha que nem incluí as marcas de cola do pé esquerdo e a poeira grudada nos calcanhares. Sim, a bota não tem os arranhões e marcas de uso, como na primeira foto, mas há marcas de descaso.

O atendimento da marca, quase sempre fofinho, me mandou e-mail falando que os Correios estavam autorizados a recebê-las de volta, para avaliação. E lá se foram.

Uma semana depois, a mocinha do atendimento, fofa, me liga contando que não havia nada de errado com as botas. A cor era essa mesma. Todos os pares de flocadas estavam assim, inclusive a rosa e a marrom. Era uma característica pensada e decidida da bota, não um erro.

Discordei, claro, e ela sugeriu que eu escolhesse outra cor. Ok. Flocadas estavam fora. A marrom lisa estava em falta e a preta é horrível! Fui de prata.

Dois dias depois, ela chegou e… Não era bem assim:

É chapada e cintilante, sem o envelhecido charmoso… Feia. Aceitei, resignada. Não fiquei feliz ou satisfeita, que era o que eu esperava por meus R$ 179,00. De fato, peguei birra de Melissa.

Já vi as novas sandálias, da nova coleção e, apesar de ter gostado de muitas, perdi o tesão. A marca me deve. Não uma viagem a NY ou Londres, mas respeito, consideração. Eu compro online. Tudo o que tenho são as fotos oficiais, já que os blogs de fãs minguaram. E se as fotos oficiais mentem, a marca mente. E eu, que compro a mentira, me sinto traída…