Não contém glúten

Quando vi esta receita no Pinterest, duvidei. Isso não é possível! Como assim, um bolo sem farinha e sem fermento?! Mas marido falou: FAZ! E fiz.

20130324-DSC_0951

Maravilhosa!

Para quem quiser fazer, eis a receita, traduzida:

BOLO DE CHOCOLATE SEM FARINHA

Ingredientes:

200g de chocolate de boa qualidade - usei meio amargo, da Garoto
80g de manteiga - e um pouco mais para untar a forma
4 ovos separados
Pitada de sal
50g de açúcar (1/3 xícara)
1 raspas de laranja (opcional)
2 colheres (sopa) Grand Marnier – licor de laranja (opcional) - eu usei conhaque, mesmo!

Creme:
250ml de creme de leite gelado sem soro
1 colher (sopa) de açúcar

Sorvete (opcional)
Frutas vermelhas frescas

Modo de Preparo:

Aqueça o forno a 180C.
Derreta o chocolate e a manteiga em uma tigela em banho-maria, mexendo de vez em quando. Vai demorar 2-4 minutos para o chocolate e a manteiga derreterem.
Nota: certifique-se que a água não está fervendo ao colocar a tigela com o chocolate, pois o chocolate pode cozinhar.
Enquanto o chocolate e a manteiga estão derretendo, unte com manteiga uma forma de +/_ 18 cm e reserve.
Uma vez que o chocolate derreteu, retire a tigela da água fervente e misture o açúcar.
Em seguida, misture as gemas, uma de cada vez.
Por último, acrescente as raspas e Grand Marnier, se estiver usando.
Bata as claras com uma pitada de sal em picos firmes.
Misture delicadamente as claras batidas na massa de chocolate, começando com ⅓ de claras para diluir a massa e, em seguida, delicadamente, adicione o resto. Não mexa demais.
Despeje tudo na forma e asse por 25-30 minutos.
Uma vez assado, deixe-o descansar 5-10 minutos antes de servir.

Creme:

Para fazer o creme batido perfeito, certifique-se não apenas de usar creme de leite muito frio - direto da geladeira - como, se possível, esfriar a tigela antes de bater. Você pode colocá-la por 10 minutos no congelador.
Bata o creme com o açúcar até formar picos firmes.

Sirva o bolo com sorvete de baunilha e/ou creme batido e frutas vermelhas.

Nota 1: se servir com creme batido no topo, verifique se o bolo esfriou completamente, caso contrário, você vai acabar com um xarope.

Nota 2: se você quiser fazer o bolo um dia antes, eu sugiro que você embrulhe-o bem, mas não coloque na geladeira, pois vai afetar a textura.

 

Pipoca!

Vou passar o fim de semana trabalhando para colocar a vida em dia. Se der, vou bebericar umas cervejinhas - Bud! - e comer pipocas, assistindo à maratona True Blood que está gravada, e não assistida, ainda.

Se não der, vou de pipoca doce, que aprendi a fazer, recentemente, e que é muito boa para alegrar o coração!!

Pipoca doce

Ingredientes:
5 colheres (sopa) de óleo
5 colheres (sopa) de milho para pipoca
5 colheres (sopa) de açúcar
3 colheres (sopa) de água
1 colher (sopa) de chocolate em pó (opcional)

Modo de Preparo:
Coloque tudo na pipoqueira. Leve ao fogo baixo à médio, mexendo, sempre, e devagar. A pipoca irá demorar um tempo maior para começar a estourar. Desligue o fogo quando o intervalo de tempo entre os estouros da pipoca diminuir. E pronto!

Requentando receitas: Cheesecake da Nigella

Antes de mais nada, um esclarecimento: eu não tiro foto de comida.

1. Porque não sei fazer comida fotogênica. Cozinho bem, mas não cozinho bonito. Se você é do tipo que come com os olhos, não coma minha comida! Ela é de se comer com a boca, mesmo!

2. Enfarei (ou me cansei, pros não-iniciados) de redes sociais repletas de comidas lindas, que ninguém nunca comeu – Pinterest – ou comidinhas pão com ovo, que ninguém nunca quer comer – Instagram. Deixo foto de comida pros outros!

Certinho?

Então, refiz os cookies de chocolate da caixinha de natal (Brownie Cookies). Segui tudo certinho, com calma, fui no conversor de medidas e descobri que 3 xícaras de lascas de chocolate são 540g e me dei conta que, da outra vez, eu errei, mesmo, porque, agora, ficou igual à foto. Veja:

cookiesPagando língua, tirei fotinha!! Ha-ha!!

A massa é meio molenga e esparrama, mas ele cresce, por causa do fermento. Então, não faça montinhos grandes e deixe espaço entre eles!

Daí, usei os cookies delícia para forrar minha forma desmontável e segui a receita do creme do Chocolate Lime Cheescake da Nigella! Como os cookies estavam macios e fresquinhos, nem usei a manteiga. Parti em pedaços, forrei a assadeira, apertei bem e pus no congelador enquanto fazia o creme.

Cuidado com o limão! Não coloque todo o suco sem experimentar, para não correr o risco de ficar ácido demais. O meu quase passou da conta! Mas deu tudo certo e ficou muito muito bom! Recomendo fortemente as duas receitas! Ainda mais que sobra cookie!! E digo mais, Chocooky me perdeu pra sempre, amém!

E para quem fica de mimimi, dizendo que é difícil, não é não! Doce é Química! Se você não sabe fazer os balanceamentos, não emprovise! Siga a receita à risca que não tem como errar! A bombada em Química, aqui, garante!

Biscoitinhos de natal

A grana estava curta, a paciência, idem, o tempo, menor ainda, então, não fui às compras de natal. E para não chegar à casa dos sogros e à da minha avó de mãos abanando, fiz cookies de natal para todos. Fiz quatro receitinhas que vi no Pinterest e montamos uma caixinha tipo “take out box” para abrigá-los.

take-out-box

Deu trabalho, passei calor e raiva – as receitas são americanas, típicas de frio, e desandaram um bocado… -, mas valeu o esforço, pois ficou tudo bem gostoso e até bonitinho. E acho que gostaram.

Só não fiz as coberturinhas de glacê, porque não tive tempo e coragem. Coragem? Sim, glacê feito com leite nesse calorão… Medo de azedar e/ou de não endurecer o suficiente e melar tudo. Fui no básico.

Para quem se interessou pela atividade, aqui vão as receitas e fotos originais (com comentários):

LINZER COOKIES

Linzer Cookies

Oh, quem me dera fazer lindezas destas…

Ingredientes:

3 xícaras (450g) de farinha de trigo
1 xícara de açúcar (cerca de 130g)
3 gemas
2 colheres (sopa) de extrato de baunilha
226g de manteiga em temperatura ambiente

Modo de Preparo:

Bata a manteiga com o e açúcar até ficar um creme homogêneo. Acrescente as gemas e a baunilha, bata até misturar. Adicione a farinha e mexa até que ela incorpore. Se a massa estiver muito quebradiça, adicione uma colher (sopa) de leite.

Despeje a massa numa superfície de trabalho limpa ou em uma tigela grande e junte-a com suas mãos, formando uma bola. Em seguida, achate-a e envolva-a com papel alumínio e leve à geladeira por uma hora. Preaqueça o forno a 180 graus.

Forre 2 assadeiras grandes com papel manteiga.

Muito levemente, enfarinhe a superfície de trabalho. Cubra a massa, na superfície de trabalho, com papel manteiga. Com a ajuda de um rolo, abra a massa até ficar com espessura de 4 mm. Corte com um cortador de cookies. Transfira-os para as assadeiras preparadas. Não se esqueça de cortar os centros de metade dos biscoitos.

Asse por 7-9 minutos, até que as bordas inferiores começam a ficar ligeiramente douradas. Deixe esfriar completamente.

Preencha os cookies com geleia de framboesa. Espalhe a geleia na parte inferior do cookies, evitando chegar à borda para não vazar ao formar o “sanduíche”. Depois, coloque o cookie com a estrela cortada no topo, pressione ligeiramente e geleia será empurrada para a estrela sem transbordar.

É melhor deixar os cookies descansarem durante a noite. A geleia vai amolecer os biscoitos um pouco o que os torna realmente suaves.

Se você quiser acrescer uma gracinha extra, pode mergulhar biscoitos no chocolate escuro. Eu recomendo que você deixe biscoitos recheados descansarem durante a noite antes de mergulhá-los no chocolate. Eles são mais fáceis de trabalhar assim.

Derreta cerca de 1 xícara de chocolate no banho-maria, mergulhe as extremidades do “sanduíche” de cookie no chocolate, bata levemente para remover o excesso de chocolate e, em seguida, deixe-os descansar sobre em uma camada de papel manteiga. Enquanto o chocolate ainda está molinho, polvilhe com bolinhas de confeitar brancas. Transfira os biscoitos recém-mergulhados para a geladeira e deixe o chocolate endurecer.

Guarde-os entre camadas de papel manteiga em um recipiente hermético e em um lugar fresco. Conservam-se por 2 semanas, sem problemas.

Notas pessoais:

• A massa ficou até bem molinha. Não precisou de leite!

• Deu tudo certo, mas não ficou tão branquelo quanto na foto.

• É melhor fazê-lo maiorzinho, para não ficar quebradiço por causa do furinho. A receita rendeu quase 40 parzinhos!

COOKIE DE AMENDOIM

cookieQuero este carimbo para biscoito!

Ingredientes:
110g de manteiga amolecida
150g de açúcar mascavo
1 ovo
1/2 colher (sopa) de baunilha
120g de manteiga de amendoim cremosa
220g de farinha de trigo
1/4 colher (chá) de bicarbonato de sódio
1/4 colher (chá) de sal

Modo de Preparo:

Bata a manteiga e o açúcar até ficar cremoso, por cerca de 3 minutos. Acrescente o ovo e a manteiga de amendoim até misturar bem. Peneire a farinha, o bicarbonato de sódio e o sal sobre o creme. Misture bem.

Abra a massa entre dois pedaços de filme plástico até ficar com espessura de 4 mm. Leve-a à geladeira por 2 horas.

Cubra o fundo de duas assadeiras grandes com papel manteiga.

Retire o filme e corte com um cortador de cookies. Transfira-os para as assadeiras preparadas. Cubra os cookies com um filme plástico e leve à geladeira  por uma hora.

Preaqueça o forno a 180 graus. Asse os biscoitos até ficarem marrom claro, cerca de 10 minutos. Esfrie na assadeira por alguns minutos, em seguida, transfira para uma tela para esfriar completamente.

Notas pessoais:

• Abrir a massa com a ajuda do filme plástico ajuda a não grudar no rolo, mas tem que tirar o filme dos dois lados antes de cortar. Preferi usar papel manteiga sobre e sob a massa. Ficou mais fácil de trabalhar. Claro que tem que tirar o papel de cima antes de cortar!

• Achei a manteiga de amendoim – nada de Amendocrem, pelamor! – no Sam’s Club e o no Verde Mar (em BH). Se não encontrar, tem como fazer em casa (no processador: 2 xícaras de amedoim torrado e descascado com 3 colheres (chá) de óleo de amendoim, girassol ou azeite de oliva e 1/4 colher (chá) de sal).

• Rendeu cerca de 40 biscoitos.

BROWNIE COOKIES

brownie-cookies

Era para ter essa aparência, mas o meu não ficou assim…

Ingredientes:

½ xícara de manteiga
4 quadrados de chocolate amargo picado
3 xícaras de lascas de chocolate meio amargo
1 + ½ xícara de farinha de trigo
½ colher (chá) de fermento em pó
½ colher (chá) de sal
4 ovos grandes
1 + ½ xícaras de açúcar
2 colheres (chá) de essência de baunilha

Modo de Preparo:

Misture a manteiga, o chocolate amargo e 1 + ½ xícara de chocolate meio amargo em uma panela. Cozinhe em fogo baixo, mexendo sempre, até a manteiga e o chocolate derreterem. Deixe esfriar.

Misture a farinha, o fermento e o sal em uma tigela pequena, reserve.

Bata ovos, açúcar e baunilha em velocidade média com uma batedeira. Aos poucos, adicione os ingredientes secos à mistura de ovos, batendo bem. Em seguida, adicione a mistura de chocolate e bata bem. Misture o restante do chocolate.

Cubra o fundo de duas assadeiras grandes com papel manteiga. Preaqueça o forno a 180 graus. Asse biscoitos por cerca de 10 minutos. Esfrie na assadeira por alguns minutos, em seguida, transfira para uma tela para esfriar completamente.

Nota pessoal:

• 3 xícaras de lascas de chocolate é muito subjetivo. Não sei se acabou sendo foi muito o que pus, mas sei que a massa não deu ponto. Pode ser, também, que nosso chocolate seja mais doce… Pode ter sido o calor… Só sei que fiz tudo certinho e não deu. Então, para não perder a massa, espalhei a bendita na forma com o papel manteiga, como se fosse um bolo, mas bem fininho (uns 5mm) e assei. Quando esfriou, usei um cortador de cookie de coração e fiz cerca de 50 deles. Comi as sobras!! Ficou ótimo!

LEMON ICEBOX COOKIES – da Martha Stewart

lemon icebox

Ingredientes:

2 xícaras de farinha de trigo (niveladas)
1 xícara de açúcar de confeiteiro
1 colher (chá) de sal grosso
1 colher (sopa) + 1 colher (chá) de raspas de limão
1 colher (chá) de suco de limão
1 xícara de manteiga sem sal, cortada em pedaços
2 gemas grandes
1/4 xícara de açúcar cristal

Modo de Preparo:

Misture a farinha com açúcar de confeiteiro, o sal e as raspas de limão. Adicione a manteiga e bata até formar uma “areia”. Adicione as gemas e suco de limão e bata até a massa juntar. Divida a massa ao meio e forme dois rolos. Embrulhe em plástico e coloque na geladeira até ficarem firmes, por cerca de 2 horas (ou até 1 mês).

Pré-aqueça o forno a 180 graus. Espalhe o açúcar cristal em um pedaço de papel manteiga e role a massa sobre o açúcar. Fatie os rolos em rodelas de 5mm de espessura e alinha nas assadeiras forradas com papel manteiga. Asse até que os cookies estejam dourados em torno das bordas, por cerca de 15 minutos, virando-os na metade do tempo. Transfera os cookies para uma tela para esfriar.

Notas pessoais:

• Achei um exagero de raspas de limão e pouco suco. Aí, fui ler os comentários da receita e ninguém mais achou isso, então, me convenci que estava certo. De qualquer forma, usei menos raspa e mais suco do que está na receita e, mesmo assim, a massa ficou esfarelenta e difícil. Por isso, em vez de fazer os rolos e cortar, fiz como nos cookies de amendoim: abri entre duas folhas de papel manteiga e cortei com cortador. Deu certo, mas foi dureza! Deu para fazer cerca de 50 biscoitinhos.

• Os biscoitos são meio salgadinhos. Então, nem pensar em usar manteiga salgada!

Superútil: tabela de conversão de medidas, aqui.

Domingo é dia de panqueca!

Para você, que vive dizendo que o fim de semana promete, mas nunca cumpre, eu tenho a solução. Dedique um tempinho da sua manhã de domingo para fazer panquecas. As da Mari são sensacionais!

Dá um pouquinho de trabalho, mas valem a pena. Você pode comê-las com manteiga, geleia, creme de avelã ou de Ovomaltine, maple syrup – recomendo! – e até com bacon e ovos. Delícia!! Fiz, hoje, e até a Panqueca comeu!

Depois disso, você pode brigar com o marido/namorado, ser rejeitada pelo seu cachorro, pisar em xixi de gato, topar com o dedinho na quina que nada disso irá estragar seu dia!

Panquecas no café da manhã são certeza de domingo feliz!

 

Gordinha

Vai saber por que cargas d’água, há dias em que as pessoas resolvem te pegar pra Cristo. Mas, ó, eu sou míope, mas enxergo fundo. Mesmo. Eu sei seus motivos, eu sei…

E nesses dias, o melhor a fazer é se agradar. Sorvete de doce de leite é bom, por isso o fiz, mas sanduíche de biscoito maizena com recheio de creme crocante Ovomaltine e marsmallow atravessado com chocolate meio-amargo, ambos derretidos, é bom demais!!! Quase me faz esquecer que gostaria de espancar umas pessoas…

Só porque eu sou muito chata

Eu fico tiririca com vegetarianos que comem carne. E com veganos que usam tênis de camurça. Poxa vida, né?! Vai fazer o “sacrifício”, faça direito!

Então, para os incautos, as definições:

Veganismo é uma filosofia de vida motivada por convicções éticas com base nos direitos animais, que procura evitar exploração ou abuso dos mesmos, através do boicote a atividades e produtos de origem animal, que tenham sido testados em animais ou que incluam qualquer forma possível de exploração animal nos seus ingredientes ou processos de fabricação. Isso inclui vacinas! Imagina, então, se tênis de camurça ou casaco de lã são produtos usados por veganos…

Veganismo não é, portanto, uma dieta, mas um ideologia, um estilo de vida. Esse estilo de vida inclui a dieta estritamente vegetariana.

Vegetarianismo é um regime alimentar que exclui da dieta todos os tipos de carne, bem como alimentos derivados – inclui-se, aí, caldo de galinha Knor, ok?! É baseado fundamentalmente no consumo de alimentos de origem vegetal.

Há modalidades de vegetarianismo, que vão do semi ao estrito. Segundo o Wikipedia, a separação é esta aqui:

Semivegetarianismo
A dieta semivegetariana não é uma dieta vegetariana, ela consiste na exclusão apenas da carne de mamíferos.

Ou seja, se você é semivegetariano, você não é vegetariano, seu cara de pau!

Ovolactovegetarianismo
Dieta composta por alimentos de origem vegetal, ovos, leite e derivados deles. Nesta dieta, só há a exclusão de qualquer tipo de carne da alimentação.

Lactovegetarianismo
Dieta composta por alimentos de origem vegetal, leite e seus derivados. Os que a seguem não comem ovos nem qualquer tipo de carne. Essa é a dieta tradicional da população indiana.

Ovovegetarianismo
Dieta composta apenas por alimentos de origem vegetal e ovos, havendo a exclusão dos produtos lácteos e seus derivados e de carne.

Vegetarianismo semiestrito
Dieta que exclui quase todos os alimentos de origem animal, mas a pessoa pode consumir o mel.

Vegetarianismo estrito
Também chamado de vegetarianismo verdadeiro, é uma dieta que exclui todos os produtos de origem animal. Vegetarianos estritos não comem, assim, qualquer tipo de carne, ovos, laticínios, mel, etc., retirando da dieta todos os produtos de origem animal.

Existe, também, o Pescetarianismo, que exclui apenas carnes de mamíferos e aves, mas não exclui peixes e frutos do mar. Outro povinho pretensamente vegetariano.

Então, fofa, se você não se encaixa na definição de vegetariana estrita, você não é vegetariana. Se você usa Dove, você não é vegana.

Sorvete!

A Lia já postou duas receitas de sorvete e, dia desses, resolvi experimentar uma delas. Fiz esta aqui.

O marido adorou, mas achei meio doce demais e bem sem graça. Mas como a fórmula é simples e deu certo, acreditei que valeria a pena testar com outros ingredientes e fiz sorvete de frutas vermelhas. Ficou supimpa!

Ingredientes:
• 1 lata de creme de leite com soro
• 1 lata de leite condensado
• 2 polpas congeladas de fruta – usei morango e amora
• 4 morangos cortados em pedaços pequenos

Modo de Preparo:
• Despeje o conteúdo das duas latinhas e as polpas no liquidificador. Bata bem.
• Despeje numa forma ou vasilha que possa ir ao congelador.
• Deixe congelar – leva umas boas horas

Não fica supercremoso, como sorvete industrializado, mas é muito gostoso e a textura é bem boa. Pretendo fazer outros!! Pêssego, cereja e napolitano estão na lista!

Páscoa!!

Enquanto as pessoas discutem o quão absurdo é comprar um ovo de Páscoa que custa MUITO mais caro que uma barra com a mesma quantidade de chocolate, eu abri mão dessas bobagens que nem são tão gostosas assim e fui torrar minha tão suada grana no Jardim Gourmet! Isso sim, dinheiro bem investido.

Tá, não é barato, mas é bem feito. A comida é boa! A Mari é caprichosa. E, se você estiver em Itaúna, nem sequer outra opção de comer tão bem, desde que o Navegantes fechou, você tem. O jeito é esperar por sexta -feira e se jogar no bistrô.

E me joguei.

As entradinhas são espetaculares. Até bacalhau eu comi – e costumo detestar! As sobremesas são divinas. Com chocolate belga. Mais prazeroso que ovo de Páscoa!

E o prato principal!! Ontem, comi caneloni delícia e marido foi de pato!

Valeu cada centavo. Voltamos pra casa felizes por merecermos comer tão bem!