RSS Feed

Tag: ‘pele’

  1. Terror no Cerqueira Lima

    6 de janeiro de 2012

    A minha amiga Rafaela havia me “emprestado” um livro sobre gatos neuróticos – os meus! – e uma das dicas para se encontrar os mijinhos marcadores – que nem sempre são visíveis – era usar luz negra. Achei CSI. Achei Bones. Quis fazer.

    E fiz. Decepcionei-me muito com a sutileza da coisa. O xixi não brilha como nas séries. E, eu já sabia, não é só xixi que aparece, mas qualquer fluido corporal. Então, as vasilhas de comida brilharam um tantão, mas xixi, que é bom, só se via com muita atenção e somente em fundos claros. Em piso e portas de madeira, não se via nada… Mas onde se via…

    Dá vontade de desistir dos gatos… E foi assim pelos cômodos todos pelos quais passei. Fora o que não deu para enxergar… O mais incrível foi perceber que o único lugar livre de xixi era o box, onde ficam as caixas de areia. Ali, xixi só nas caixas, mesmo.

    Meu propósito de ter casa limpa, deste ano em diante, vai ser cumprido de qualquer forma. Os gatos terão que se adaptar ou começarão a perder liberdades.

    Agora, o que mais me assustou foi minha fuça na luz negra. Nunca tinha reparado como eu ficava. E assustei. Muito. Como o sol me destruiu!!

    Prepare-se para cenas fortes!

    .

    .

    .

    .

    E o marido.

    Virou zumbi!!

    Pena que quebrei a lâmpada – e nem foi por revolta! – e a brincadeira acabou… Vou comprar outra!!


  2. Resoluções de ano novo

    5 de janeiro de 2012

    Essa história de me maquiar todo o dia me cansa. Assim como pensar em ginástica. É, não cumpri a meta da ginástica… E acredito que nem vou.

    Tem gente que libera endorfina, serotonina e outros hormônios ligados ao prazer quando se exercitam. Eu libero adrenalina e não é bom. Fico estressada, irritada, enfim, odeio.

    Se, e somente se, meu digníssimo marido liberar o Wii, eu gostaria de tentar voltar à Yoga. Eu gostava muito quando fazia. Pena que tive tendinite no dedão direito e não conseguia fazer muitos dos movimentos na aula. Tive que parar por um tempo e, quando pude voltar, a academia mudou e não havia mais Yoga. Vamos ver se agora vai…

    Mas voltando à maquiagem… Ainda não acertei o blush em pó. Só sei passar o cremoso, porque vai com os dedos. Pincel gordo me borra a cara toda. E, como sou branca em excesso, para ficar com cara de palhaça é um pulinho.

    O hidratante eu estou usando. Cada dia um, no corpo, porque preciso variar texturas e cheiros para não enjoar: Nivea – cheiro hediondo! -; Avon Naturals – um de baunilha -; Victoria’s Secret – qualquer um -; um ótimo, da Aveeno, sem cheiro, e o que mais tiver. A pele tem agradecido muito! No rosto, Effaclar Duo, da La Roche-Posay, que promete o fim da oleosidade – tem cumprido -, combater a acne – piora para depois melhorar – e melhorar o aspecto dos poros – ainda não cheguei nesta fase. Para falar a verdade, não sei se hidrata, não. Mas minha pele está melhor e estou gostando. Sobre ele, tenho usado uns Renew, da Avon. Para minha idade, o vermelhinho. O para área dos olhos – Reversalist – não fez cosquinha, ainda, mas o Sérum Concentrado Restaurador é muito delicinha. A pele fica um pêssego. Parece laminação fosca!! A dermatologista disse que é puro efeito-cinderela, ou seja, lavou, acabou, mas enquanto não lavo, fico com vontade de ficar alisando o rosto.

    Falta cuidar do cabelo. Não vou mais cortar daquele jeito. Fiquei com medo de fazerem barbeiragem e eu me arrepender e ter que começar do zero – máquina zero… E ele está ondulando, com tamanho bom para se fazer um rabo e tenho gostado. Precisa de um corte e de uma hidratação. Fim de semana vou testar as Cápsulas de Brilho e Maciez, do Marco de Biaggi para Avon, que dizem ser perfeitas. Ah! Lou!! Se tivéssemos apostado, eu ganharia!! Não cortei mais cabelo em 2011!!

    E no fim de semana, se der tempo, vou começar a dar uma avaliada nos meus batons todos. Não são muitos, mas há, entre eles, os Lime Crime que ainda não postei e o Extra Lasting da Avon que todo muito elogiou e eu tenho opinião diferente.


  3. Coisinhas de mulher

    27 de novembro de 2011

    Faz umas duas semanas que tirei o DIU. Não, não vou tentar ter nenéns! Inclusive, porque, se eu quisesse, teria engravidado no dia em que o retirei. Mas, não!!

    Eu já usei quase tudo para evitar nenéns. Camisinha, que é uma coisinha bem desagradável, mas necessária. Pílulas, que ainda controlam a oleosidade e o fluxo menstrual, mas me dão TPM braba e enxaquecas. Implante hormonal, que me deixou gorda, espinhenta e infeliz – sem contar as cicatrizes horrendas no braço. Sério: fuja do implante! Todo mundo me falou que era ótimo, que suspendia a menstruação, etc. Mas foi uma coisa cara e dolorosa de tirar. Não fiquei com o negócio nem um ano e fez muito estrago. E as mesmas pessoas que disseram que era ótimo, falaram dos muitos efeitos colaterais só depois que eu o coloquei.

    Depois do implante desastroso, recorri ao DIU por quatro anos. O primeiro deles foi sensacional, apesar de ter começado a ter espinhas e oleosidade excessiva. Mas eu sabia que iria ser assim, porque eu usei hormônios sintéticos durante muitos anos e o corpo, até se acostumar a fazer o serviço dele de novo, erra um pouco. Mas, pelo menos, acabaram-se as TPM e as enxaquecas.

    Mas aí veio o fluxo excessivo em ciclos de 20 dias. E menstruar a cada 20 dias não é fácil, não senhor… Então, cansada de mesntruar e não podendo ser castrada, tirei o DIU e estou voltando às pílulas. Desta vez, emendando cartelas. Veremos se acabam as TPMs, já que, teoricamente, não terei mais Ms.

    E no que isso te interessa? Em nada, provavelmente. Mas minha pele vai melhorar, meu cabelo não ficará mais oleoso e, assim, melhora meu humor. Vou me sentir mais à vontade para fazer minhas makes sem escorrer em óleo e farei, enfim, meu corte de cabelo radical!! E, quem sabe, aqueles que vivem pedindo para eu mostrar mais a cara, aqui, terão seu desejo realizado?!


  4. Avon!!

    29 de março de 2011

    Estamos tentando patrocínios para a revista, afinal, tem escorpião nos bolsos itaunenses e, para lançarmos a HI-lo propriamente, precisamos de din-din. Acho que a Avon deveria patrocinar a gente.

    Naquele dia em que meu computador me deixou na mão, depois de ver muita TV, decidi arrumar meu armário. E foi então que descobri um foco de produtos Avon ainda empacotados. Comprei, chegou, guardei.

    Eu compro Avon por impulso. A Elisa me deixa passar o fim de semana com os caderninhos e, na segunda, eles sempre voltam cheios de pedidos meus. Adoro as promoções!! Sem contar que passei uma parte pequena, mas significativa, da minha infância convivendo com amostrinhas de produtos da marca. Apesar de ninguém mais pegar mostruário, eu ainda amo aqueles batons miudinhos e as ampolinhas de perfume… Ou seja, minha ligação com Avon é emocional.

    Dessa galera aí em cima, usei um ou outro Renew, uso o tônico Solutions e experimentei a máscara de pepino. Gostei de tudo, mas não tenho disciplina para me besuntar, religiosamente, todos os dias – para alguns, duas vezes ao dia… Mas, agora que emagreci e envelheci, vou ter que começar a me preocupar, religiosamente e todos os dias, com minha pele. Senão, dá-lhe maracujá de gaveta!

    Tirei foto do meu braço sardento para ver se o Renew que clareia funciona mesmo.

    Hoje: sorvete de flocos

    E usei o Sérum pela primeira vez, hoje. Se vai me fazer ficar jovem e linda, não sei. Mas que me deixou com pele de “laminação fosca”, ah, isso deixou! E adorei!

    Vou testando e conto tudo. Afinal, Avon sempre tem promoção e o Sérum de R$ 130,00 me saiu por R$ 99,00 mais amostrinhas bem generosas!!


  5. Up dates

    8 de julho de 2010

    Coisas que eu fiquei devendo:

    - Falar sobre o peeling: detestei ficar com cara queimada e pele soltando, mas o namorado me perguntou, antes de ontem, se eu estava indo dormir maquiada, pois meu rosto estava tão lisinho e a pele tão uniforme… Então, o trem é bom mesmo, né?! Para homem comentar… Na verdade, eu uso ácido retinóico há uma data e, apesar de no inverno eu dar um tempinho – ao contrários das pessoas normais, que gostam de sol -, não senti muita diferença com o peeling. Segundo o dermatologista, o peeling representa um up de um ano no uso do ácido.

    - Blogs de esmalte: gosto de quatro deles e me sinto super por dentro do assunto quando os leio. Pena que, para reles mortais, como eu, um esmalte lindo que se vê num blog desses, demora meses até poder ser meu. adoro Mão Feita: são moças gentis e atenciosas. Gosto do Esmaltes da Ana: a Marcela tem unhas curtas, mas uma extensa coleção de esmaltes. De babar… E gosto do Unha Bonita: a Daniele é fera nas misturinhas. Estrangeiro, tem o Lacquerized, que vivo falando, porque a Michele tem unhas lindas e muito bem feita e usa esmaltes sensacionais! Os links estão ali do lado, em, surpresa!! Links!!

    É isso?! Só devia isso?! Falta, ainda, o Farmília com o Pudim. Estou procurando umas fotos dele que são muito lindas e, por enquanto, minhas atenções se voltam para a menininha. Amanhã, colocarei em votação os melhores nomes que apareceram.


  6. Peeling e Tea Rose Polish

    8 de junho de 2010

    Hoje fui fazer peeling com minha amiga Júlia. Ardeu, repuxou, minha cara está vermelha, mas foi divertido. Vai descascar, vou ao casamento de sábado soltando pele, mas deve valer a pena… Vou descobrir depois… E conto tudo.

    Aliás, meu dermatologista já escreveu os textinhos para eu postar aqui, mas está amarrando mixaria para a chegada e não liberou nenhum, ainda…

    Mudando de assunto: o esmalte que escolhi para essa semana, depois de testar aqueles todos, foi o Tea Rose Polish, da Eyeko – que, aliás, está com site novo, em Português e em dólar… Não gostei dos preços em dólar, são mais caros que em libras ou euros… Mas, enfim, minhas cutículas estão UÓ e não consegui tirar nenhuma foto que prestasse e nem iria postar nada a respeito. Mas a Júlia disse que o esmalte era lindo e fiquei com dó de deixar passar. Amanhã, se ele ainda estiver nas minhas unhas, eu posto foto aqui. Por enquanto, fica aí o swatche da Eyeko com as cores novas:


s_link('Próximo'); ?>